Os novos sinais de trânsito e de informação, nomeadamente a indicar zonas de residência e de circulação de veículos com emissões reduzidas de poluentes, vão entrar em vigor na próxima semana, indicou ontem, 13, a Segurança Rodoviária.

Em comunicado, a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) indica que vai realizar, a partir de hoje, a campanha “Novos sinais, maior segurança” para dar a conhecer as alterações ao regulamento de sinalização de trânsito, que vão entrar em vigor na próxima segunda-feira, 20 de abril.

O novo regulamento cria sinais de trânsito a indicar zonas de residência ou de coexistência de viaturas e peões, onde a velocidade é de 30 quilómetros por hora.

Novo regulamento do trânsito entra em vigor na próxima segunda-feira, 20

Outra novidade passa pela criação de zonas de emissões reduzidas, onde é proibido o trânsito de veículos cujas emissões são superiores a um nível definido em painel adicional por cada município.

Entre os sinais de perigo, surgem a aproximação de uma passagem para velocípede, o aviso de que a via pode ser atravessada por linces-ibéricos e por anfíbios.

Já nos novos sinais de obrigação destacam-se os que indicam uma via obrigatória para motociclos e uma via reservada a veículos com alta taxa de ocupação.

Quanto às marcas de sinalização no pavimento, foram introduzidas as suas dimensões com vista “à sua uniformização”.

A ANSR indica também que vão ser introduzidos novos sinais de informação, novos símbolos de indicação turística, geográfica, ecológica e cultural, bem como a representação gráfica dos sinais dos condutores, dos agentes reguladores do trânsito e dos sinais luminosos.

Estas alterações são as mais significativas desde 1998 e estão alinhadas com o Plano Estratégico Nacional de Segurança Rodoviária — PENSE 2020.

Consulte todos os novos sinais aqui.