A campanha de oferta de uma máscara de proteção em cada exemplar do REGIÃO DE LEIRIA, na edição em papel desta semana, está a motivar uma grande atenção por parte de órgãos de comunicação social de âmbito nacional, mas também fora do país.

A notoriedade da iniciativa, perante situações particulamente complicadas, dá ainda mais visibilidade ao serviço público que prestamos aos leitores e ao nosso território, respondendo a uma carência que se faz sentir.

Entre as marcas de informação que fizeram eco desta iniciativa, destacamos os trabalhos da agência Lusa, o jornal Público , no site Observador e a Lusopress,  revista dedicada aos emigrantes portugueses em França.

Hoje também, o canal de televisão TVI transmitiu, no Jornal das 8, uma reportagem sobre a ação de oferta de máscaras aos leitores.

A oferta da máscara de proteção juntamente com a edição do REGIÃO DE LEIRIA é uma iniciativa que conta com a colaboração do Agrupamento de Centros de Saúde do Pinhal Litoral e com o alto patrocínio do grupo Luso Francês St. Germain, do empresário leiriense Carlos de Matos, que pretende desta forma contribuir para o combate à pandemia da COVID-19. 

Covid-19: Páscoa e Peregrinação de maio acontecem sem a presença de fiéis, mas conectadas pela fé

As máscaras foram fabricadas em tempo recorde pela empresa Anzú, de Gândara dos Olivais, Leiria, envolvendo o trabalho de 17 pessoas ao longo de quatro dias. A mesma empresa é também responsável pela produção de 25 mil máscaras adquiridas pelo Município de Leiria, para distribuição junto de instituições deste concelho.