Em pouco mais de 12 horas após ser publicado, o vídeo de João Oliveira já tinha sido visto mais de oito mil vezes

João Oliveira estava a fazer um treino de crossfit caseiro, durante a quarentena, quando teve a ideia de registar em vídeo o que os olhos já estavam a habituar-se a ver: a cidade de Fátima vazia, com a sua população reclusa e a multidão de fieis que habitualmente a visita recomendada a ficar por casa.

“Estava a ouvir músicas aleatórias e começou a tocar a canção ‘Sound of silence’, na versão original dos Simon & Garfunkel”, conta o fotógrafo e videomaker que, ao lado dos pais, trabalha na Colorfoto, loja situada na localidade de peregrinação católica. “Parei o treino e fiquei a ouvir a música, a absorver a letra e a imaginar as imagens que poderia fazer sobre a realidade atual de Fátima”.

A inspiração começou a ganhar corpo no dia seguinte, quando João deu início à captação de imagens que tinha idealizado. Foram quatro dias entre gravar o conteúdo, editá-lo e publicá-lo online. Partilhado na plataforma Vimeo na noite desta quarta-feira, 8, em pouco mais de 12 horas o registo de uma Fátima deserta já ultrapassava as oito mil visualizações.

“Apesar de estar à espera que o vídeo pudesse ter algum alcance, surpreendeu-me o número tão repentino de visualizações e partilhas”, assume o profissional do audivisual. Para João, o facto da cidade ser “uma marca global e que tanto diz às pessoas”, também contribuiu para que o vídeo se tenha “quase” tornado viral. “Principalmente neste momento díficil”, sublinha.

Peregrinação de maio cancelada

Não haverá peregrinos nas celebrações de 12 e 13 de maio, em Fátima. A habitual multidão no Recinto de Oração vai dar lugar ao silêncio decretado pelo isolamento social imposto pela Covid-19.

“É um ato de responsabilidade pastoral e também um profundo ato de fé, que comunico com o coração em lágrimas”, anunciou, emocionado, o bispo D. António Marto, em vídeo divulgado na internet, na passada segunda-feira, 6.

Cardeal da Diocese Leiria-Fátima anuncia que a peregrinação de maio será celebrada sem a habitual multidão

Inédito também é o manual de celebração pascoal para ser seguido em casa, e anunciado em nota pastoral pela Diocese de Leiria-Fátima. “Cada comunidade familiar deve procurar de forma criativa as formas mais adequadas à sua situação para celebrar a Páscoa”, refere o documento.

Em Porto de Mós, onde anualmente se anseia pela chegada da Semana Santa, o calendário aponta igualmente para baixas. Os ovos com dois metros de altura, as recriações bíblicas e os tapetes floridos previstos para este ano também tiveram que ceder à pandemia. “Desde tempos imemoráveis que não acontece algo parecido. Por essa razão, não há tradições, hábitos, costumes que nos possam ajudar no cerimonial”, salienta o padre José Alves.

Responsável pela paróquia da sede do município, o religioso sublinha, porém, que “o essencial tem de permanecer igual”. E refere que o “Deus é o mesmo” e a fé deve seguir por igual caminho: “A Igreja pode estar vazia de gente mas se essa gente, que não pode estar na Igreja, tiver fé, viverá essa mesma fé de outro modo mas com o mesmo vigor”, sustenta.

Para lidar com a ausência física, as instituições têm investido de modo incessante nas transmissões online. Para os próximos dias, sobretudo no domingo, 12, a presença dos padres e pastores da região deve ser ainda mais constante nas redes (veja o calendário abaixo).

Conectados

Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de sublinhar: a Páscoa este ano precisa ser longe dos familiares. Para amenizar a distância e os dias de solidão, a inovação ajuda.

Whatsapp, Messenger, Skype, Zoom, Google Hangouts e Facetime são apenas seis das “várias opções que permitem falar e ver os familiares e amigos que estejam distantes”, destaca Francisco Aguiar.

Especialista em gestão de marketing e gestor de operações da Startup Leiria, lembra que a tecnologia acelerou a capacidade humana de encontrar soluções e isso não é indiferente às relações. Exemplo disso são aplicações como a Houseparty – um sucesso da pandemia – e a Tik Tok, em que é possível criar desafios em família – de dança à culinária – e partilhá-los de modo privado ou público. “Aqui a imaginação é o limite”, incentiva, abrindo espaço para os momentos de oração e para a partilha do pão.

Calendário de celebrações

Tríduo Pascal da Diocese Leiria-Fátima

Sé de Leiria
Missa da Ceia do Senhor – Quinta-feira santa, 9, às 18h
Celebração da Paixão do Senhor – Sexta-feira santa, 10, às 15h
Vigília pascal – Sábado santo, 11, às 22h
Casa episcopal
Páscoa – Domingo, 12, às 10h30
Canal: Youtube da Diocese Leiria-Fátima

Santuário de Milagres

Páscoa da Ressurreição – Domingo, 12, às 10h30
Canal: Facebook Milagres Leiria

Tríduo e Páscoa da Paróquia de Porto de Mós

Missa da Ceia do Senhor – Quinta-feira santa, 9, às 19h
Missa de Páscoa – Domingo, 12, às 11h30
Canal: Facebook da Paróquia de Porto de Mós

Igreja Batista de Leiria

Culto da cruxificação – Sexta-feira, 10, às 20h
Culto de Páscoa -Domingo, 12, às 11h
Canal: Facebook IBLeiria