Instalado em cerca de 900 metros quadrados da antiga fábrica de tapetes D. Fuas, fundada em 1933 – que mais tarde seria a Tapetes Vitória -, o Museu Industrial e Artesanal do Têxtil (MIAT) abre portas ao público esta terça-feira, 19 de maio, fruto do sonho e da iniciativa privada de um empresário com ligações familiares ao setor.

José Paulo Baptista adquiriu o edifício e recuperou-o para ali desenvolver um projeto museológico que conta a história da lã e da indústria dos lanifícios, não só na zona Mira de Aire-Minde mas também nacional.

O museu, com dois pisos, está equipado com diversas coleções e relembra diversos aspectos da vida na fábrica.

O MIAT está aberto de terça a domingo, entre as 10 e as 18 horas. Os bilhetes custam 5 euros. O museu está situado na rua das Grutas, em Mira de Aire. Veja como chegar aqui.