“Foi complicado”, resume Maria Vila-Lobos sobre a temporada que colocou em suspenso o funcionamento de estabelecimentos como o Casa da Lídia, localizado nos Terraços do Marachão, em Leiria.

Saber a quantidade de comida que deveriam produzir para take away e educar o cliente a pedir com antecedência para evitar custos e desperdícios foram apenas dois dos desafios associados ao estado de emergência. “Não podíamos ter excessos”, completa Lídia, a cozinheira que dá nome aos sabores servidos no pequeno restaurante.

Ouça abaixo o depoimento das irmãs sobre o confinamento e a esperança para o futuro da restauração.

Convidamos os empresários do comércio de proximidade a olhar para os desafios deste tempo Imagens: Joaquim Dâmaso