Assinar Edições Digitais


Covid-19

Covid-19: Um morto, cinco utentes e nove funcionárias infetados em lar da Marinha Grande

O primeiro caso de covid-19 na instituição foi detetado na quarta-feira da semana passada. O lar tem, no total, 46 utentes e 48 funcionários

Um utente do lar das Vergieiras, da Misericórdia da Marinha Grande, morreu infetado com covid-19, instituição onde outros cinco utentes e nove funcionárias testaram positivo para a doença, disse hoje à agência Lusa o provedor.

“Morreu um utente que estava internado no hospital de Leiria. Tinha cerca de 80 anos e outras patologias”, afirmou Joaquim João Pereira.

O provedor da Santa Casa da Misericórdia da Marinha Grande adiantou que atualmente o lar tem cinco utentes infetados, um dos quais “foi transferido esta noite para o hospital de Leiria, porque o seu estado de saúde agravou-se”. Os restantes quatro estão em isolamento.

Estão ainda infetadas com o novo coronavírus nove funcionárias.

“Outras duas estão em dúvida”, referiu Joaquim João Pereira, esclarecendo que estas permanecem nas suas residências, estando a Misericórdia da Marinha Grande a contratar pessoas para “substituir quem está em casa”.

O lar das Vergieiras tem 46 utentes e 48 funcionários. Presta ainda apoio domiciliário a 28 utentes.

O primeiro caso de covid-19 na instituição foi detetado na quarta-feira da semana passada.

“Na primeira vaga [da pandemia] não ocorreu qualquer caso”, adiantou o responsável da Santa Casa.

Joaquim João Pereira disse acreditar que “a situação está controlada”.

“Estamos a repetir testes no sentido de prevenir mais contágios”, garantiu o provedor, considerando que o contágio “veio declaradamente da rua”.

A Santa Casa da Misericórdia da Marinha Grande dispõe ainda de um outro lar (Outeirinhos), com 62 utentes, mais 42 em apoio domiciliário e 68 funcionários. Já na unidade de cuidados continuados estão 31 utentes apoiados por 39 trabalhadores, enquanto que o centro infantil é frequentado por 180 crianças e tem 44 funcionários.

O concelho da Marinha Grande registou desde o início da pandemia, em março, 136 casos confirmados de covid-19, mantendo-se 40 ativos, segundo o último boletim da Comissão Distrital de Proteção Civil de Leiria, divulgado às 01:42 de hoje. No mesmo período, 94 pessoas recuperaram da doença e foram contabilizados dois óbitos.