São alunos do Instituto Politécnico de Leiria e estão entre os 15 alunos do ensino superior que a Huawei selecionou para a 5ª edição do programa educativo Seeds for the Future.

Este ano, ao contrário das edições anteriores em que dezenas de estudantes portugueses viajaram até à Ásia para conhecer de perto “a evolução tecnológica da Huawei e absorverem o conhecimento de profissionais e investigadores da empresa”, fruto da pandemia, a empresa adotou o programa Seeds for the Future a um formato totalmente digital.

Entre os 15 alunos selecionados, além dos estudantes do Politécnico de Leiria, estão estudantes das áreas de Engenharia Eletrónica e de Comunicações, Informática ou similares, provenientes de outras quatro instituições universitárias portuguesas: Universidade de Aveiro, Instituto Superior Técnico, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e Instituto Politécnico de Bragança.

Durante uma semana, explica a multinacional de telecomunicações em comunicado, “os estudantes portugueses seleccionados terão acesso a visitas virtuais; apresentações e trocas de experiências com colaboradores da Huawei e a acções de formação com especialistas nas áreas de Tecnologia, Liderança e Tendências da Indústria”.

O programa, “mais flexível e dinâmico” do que nos anos anteriores, procura “capacitar e valorizar talentos nacionais em Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), através da partilha e do acesso à tecnologia e inovação da empresa, num contexto em que as TIC desempenham um peso crescente na economia do país”.

Enquadrado na estratégia de ligação ao ensino superior, o programa Seeds for the Future “ilustra o compromisso da empresa com a transferência de conhecimento e o desenvolvimento do talento nacional, em linha com a trajectória de transição digital do país”, explica o departamento de comunicação da Huawei Portugal.

Foto de arquivo: Seeds for the future