Assinar Edições Digitais
Leiria

Furtos na Secundária Francisco Rodrigues Lobo levam PSP à escola de Leiria

Duas alunas encontraram o suspeito no interior do balneário feminino e foram ameaçadas para que não contassem nada.

A PSP de Leiria deslocou-se, ao final da manhã desta sexta-feira, 30 de outubro, às instalações da Escola Secundária Francisco Rodrigues Lobo por suspeita de furtos nos balneários.

A situação gerou alguma confusão já que os portões da escola estavam encerrados e nem os alunos que se encontravam no interior podiam sair, nem os que estavam a chegar para as aulas do período da tarde podiam entrar. No exterior, alguns encarregados de educação também desconheciam o motivo por que o portão estava encerrado.

A autoridade policial foi acionada pelas 12h55 pela direção da escola e, à chegada ao local, “verificou-se que os portões se encontravam fechados por determinação da direção da escola”, explica a PSP de Leiria, em resposta ao REGIÃO DE LEIRIA.

A decisão terá sido tomada por haver suspeitas de que o autor dos furtos permanecesse no interior do estabelecimento de ensino.

Duas alunas informaram a PSP de que, quando se preparavam para entrar no balneário feminino, encontraram um aluno no interior “que abriu o casaco e mostrou algo que pareceu ser uma arma branca”.

“Estas alunas não foram alvo de qualquer furto, mas foram ameaçadas para estarem caladas, tendo o suspeito se ausentado logo do local”, avança a autoridade policial.

Mais tarde, verificou-se que os dois balneários, masculino e feminino, “tinham sido alvo de furto de diversos bens” que estavam guardados dentro de cacifos.

Após algumas diligências, a polícia conseguiu intercetar e identificar o suspeito que já se encontrava no exterior da escola e “sem nada na sua posse”.

A PSP adiantou ainda que, à hora de publicação desta notícia, a mãe de uma das estudantes e encontrava na esquadra de Leiria a formalizar uma denúncia.

O REGIÃO DE LEIRIA procurou obter esclarecimentos junto da direção da escola que, até ao momento, se mostrou indisponível.

Foto de arquivo: Escola Secundária Francisco Rodrigues Lobo

Notícia atualizada às 17 horas de 2 de novembro de 2020. A PSP de Leiria retificou nesta data a informação sobre o suspeito, afirmando que continua a estudar na escola, pelo que não será um ex-aluno.