Assinar


Castanheira de Pera

Crianças de Castanheira de Pera estão a aprender música pela primeira vez com a Orquestra Geração

Alunos aprendem instrumentos como violino, violoncelo, contrabaixo, saxofone, clarinete ou flauta transversal.

Dezanove crianças de Castanheira de Pera, no distrito de Leiria, estão há um mês a aprender música através de um projeto de integração social da Orquestra Geração.

Os envolvidos são alunos do 1.º ciclo que, desde o final de outubro, aprendem instrumentos como violino, violoncelo, contrabaixo, saxofone, clarinete ou flauta transversal com a orquestra que segue o exemplo do “El Sistema”, criado em 1975 na Venezuela para orquestras infantis e juvenis e que alcançou fama mundial. 

“O que está a acontecer é extremamente importante e é um projeto que me deixa particularmente feliz”, disse à agência Lusa a presidente da Câmara de Castanheira de Pera.

Alda Carvalho assume “a maior esperança” na ação local da Orquestra Geração, que está a ocupar “uma lacuna importante que existia” no concelho, até aqui desprovido de oferta letiva de música para os mais novos:

“É um horizonte importante para estas crianças. O mais importante é ficarem com uma amplitude a todos os níveis diferente, que não teriam se não tivessem esta oportunidade”. 

A autarca tem esperança que desta nova geração surjam, dentro de alguns anos, músicos profissionais. 

Para já, nestas primeiras semanas sente-se “uma grande motivação e aceitação muito forte por parte dos alunos e das famílias”.

As aulas decorrem duas vezes por semana, em horário pós-letivo, depois de um atraso no início relacionado com a pandemia. Os constrangimentos atuais não permitem ainda avançar com a programação ambicionada, mas a autarca espera que a Orquestra Geração envolva as famílias e a comunidade local e, sobretudo, leve os jovens músicos locais a atuar em Castanheira de Pera e aos outros polos do projeto no país. “Vai ser um orgulho enorme ter crianças deste território a participar em eventos desses”. 

“O entusiasmo é grande. Este projeto de inovação social é uma coisa boa que está aqui a acontecer”, frisa Alda Carvalho. A presidente da Câmara deseja que, terminados os 36 meses previstos no protocolo, o projeto prossiga em Castanheira de Pera, “pela oportunidade que dá a estas crianças e às famílias”. 

O projeto da Orquestra Geração, denominado “Comunidades Geração / Música e Integração”, decorre também em Tondela e é vocacionado para combater o insucesso escolar e reforçar a inclusão social através da música. O financiamento conta com apoio comunitário através do Portugal Inovação Social.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.