Assinar Edições Digitais


Leiria

GNR deteta “descarga ilegal” de “efluente pecuário para o solo” em Leiria

Infração é punível com um coima no valor máximo de 144 mil euros

Efluente pecuário a escorrer “livremente” para o solo. Esta foi a situação detetada pelas autoridades, na última sexta-feira, dia 27, em Bidoeira de Cima, Leiria.

O caso foi hoje revelado pela GNR. O Comando Territorial de Leiria, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Leiria, “detetou uma descarga ilegal de um efluente pecuário para o solo, proveniente de uma exploração agropecuária, na localidade de Bidoeira de Cima”, aponta aquela força policial comunicado.

No decorrer de uma ação de patrulhamento, explica a GNR, “os militares da Guarda detetaram efluentes pecuários a escorrer livremente para o solo”.

Os efluentes provenientes “diretamente de uma lagoa de armazenagem de efluentes pecuários”, não contavam com “qualquer tipo de mecanismo que assegurasse a sua depuração”.

O ponto de origem da descarga acabou por ser identificado pelos elementos da GNR. Foi elaborado um “um auto de contraordenação por descarga de efluente pecuário diretamente para o solo, punível com um coima no valor máximo de 144 mil euros”, acrescenta o comunicado.