Assinar Edições Digitais
Ambiente

Pecuária usa tubo de 50 metros para fazer descarga ilegal de efluentes

Devido ao sistema de bombagem dos efluentes, encontravam-se a escorrer livremente para o solo

Uma descarga ilegal de um efluente pecuário para o solo, proveniente de uma exploração agropecuária em Vale Pereiro, no concelho de Leiria, foi detetada na terça-feira, dia 3, pelo Núcleo de Proteção Ambiental do Comando Territorial da GNR de Leiria.

“Após a denúncia de uma rejeição de efluentes pecuários para o solo, os militares detetaram uma descarga através de um tubo, com 50 metros de comprimento, ligado a uma fossa estanque, explica um comunicado divulgado esta quinta-feira, dia 5, pelas autoridades policiais.

“Devido ao sistema de bombagem dos efluentes e ao declive acentuado do terreno, encontravam-se a escorrer livremente para o solo, sem qualquer tipo de mecanismo que assegurasse a sua depuração, adianta a GNR.

Após algumas diligências, foi identificado o ponto de origem da descarga, resultando na elaboração de um auto de contraordenação, por descarga de efluente pecuário diretamente para o solo, punível com um coima no valor máximo de 144 mil euros.