Assinar Edições Digitais
Sociedade

10.469 eleitores pediram para votar este domingo na região de Leiria

Pela primeira vez, haverá mesas de voto em cada um dos 308 concelhos do país. Saiba quantos eleitores escolheram votar antecipadamente em cada um dos concelhos da região

Em Leiria, estavam ontem a ser ultimados os preparativos para a votação, no Mercado de Santana Fotografias: Fernando Rodrigues

São 10.469 os eleitores que se inscreveram para votar antecipadamente em mobilidade nos 17 concelhos da região de Leiria (distrito de Leiria e concelho de Ourém) para as eleições presidenciais. A votação decorre este domingo.

Segundo dados da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna (SGMAI), apenas 6.400 destes eleitores estão recenseados nos concelhos da região, o que corresponde a 61,15%.

Em termos percentuais, o concelho de Figueiró dos Vinhos é aquele onde pediram para votar antecipadamente mais eleitores do concelho (75,48%), seguindo-se o da Marinha Grande (73,48%), enquanto Alvaiázere regista a taxa mais baixa (21,35%).

Para votar em Leiria, capital de distrito, inscreveram-se 3.338 eleitores, sendo 2.247 do concelho (67,32%).

Pela primeira vez, haverá mesas de voto em cada um dos 308 municípios do país, no sentido de evitar grandes concentrações de pessoas devido à pandemia, o que permitiu também alargar a escolha dos locais de voto por parte dos eleitores.

A medida terá contribuído para alavancar o número de inscrições que, a nível nacional, se cifra em 246.880. Cerca de 63% dos eleitores (155.512) inscreveram-se para votar nos respetivos concelhos. A este número – muito superior ao registado nas eleições para a Assembleia da República, em 2019, em que votaram antecipadamente 50.638 pessoas -, ainda falta somar os pedidos feitos por carta, para a o Ministério da Administração Interna.

Quem se inscreveu para votar antecipadamente e não o puder fazer mantém a possibilidade de exercer o seu dever cívico no dia 24 de Janeiro.

Inscrições em voto antecipado na região de Leiria e locais de voto em cada concelho
Fonte: Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna

No total, haverá 600 mesas de voto, o que envolve cerca de 2.500 pessoas, no continente e nas regiões autónomas dos Açores e da Madeira.

Para exercer o seu direito cívico é obrigatório os eleitores usarem máscara e desinfetar as mãos antes e depois de votar, sendo aconselhado que cada um leve a sua esferográfica ou caneta.

Eleitores em confinamento podem votar por antecipação

Entretanto, decorre até amanhã, domingo, o prazo de inscrição para os eleitores que se encontram em situação de confinamento obrigatório, por residirem em lares ou estarem isolamento profilático.

“O confinamento tem que ser decretado pela autoridade de saúde pública até ao dia 14 de janeiro de 2021 e desde que inclua o dia da votação”, explica a Comissão Nacional de Eleições.

Para votarem, estes eleitores podem inscrever-se na plataforma da administração eleitoral da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, ou pedir o voto antecipado na Junta da freguesia onde está recenseado através de outra pessoa que apresente declaração assinada por si e cópia do seu CC/BI.

A recolha dos votos decorrerá nos dias 19 e 20 de janeiro, em hora previamente comunicada, por parte do presidente de Câmara ou representante.

Com Lusa