Assinar Edições Digitais
Batalha

Batalha reforça comparticipação para aquisição de medicamentos

Aprovada verba de 30 mil euros para despesas com a medicação de 200 idosos

A comparticipação municipal para a aquisição de medicamentos por parte de idosos carenciados do concelho da Batalha, vai aumentar para 150 euros. São mais 50 euros que o valor até aqui em vigor, anunciou hoje o município.

A autarquia aprovou a afetação de uma verba de 30 mil euros neste ano para comparticipar as despesas com a medicação a 200 idosos.

As candidaturas, no âmbito do Regulamento do Programa de Atribuição de Comparticipação de Medicamentos para a população carenciada com mais de 65 anos, estão abertas. O documento que prevê que o apoio seja prestado a pessoas com mais de 65 anos, residentes no concelho e cujo rendimento mensal per capita não ultrapasse o indexante de apoios sociais.

Segundo a autarquia, a medida “significa um aumento para 150 euros – mais 50 euros – do valor de comparticipação municipal”.

O presidente do município da Batalha, Paulo Batista Santos, afirma que “desde 2014 que este apoio registou mais de 1.200 candidatura e representa um investimento de cerca de 15 mil euros anuais”.

“Para 2021, iremos duplicar este apoio, em resposta às dificuldades crescentes que a pandemia tem representado para a população mais vulnerável”, acrescenta.