Assinar
Presidenciais 2021

Distrito reforça Marcelo, o candidato que parece ter seduzido mais à esquerda

O Presidente reeleito deixou a mais de 90 mil votos qualquer concorrência o que significa que venceu sem margem para dúvidas.

É um Marcelo Rebelo de Sousa reforçado aquele que podemos reconhecer no distrito de Leiria na noite deste domingo. Atingiu uma percentagem superior à de 2016 e parece ter preenchido o centro político, aparentemente somando uma boa fatia do centro esquerda ao seu pecúlio eleitoral.

O Presidente reeleito deixou a mais de 90 mil votos qualquer concorrência o que significa que venceu sem margem para dúvidas. Aliás, aumentou a vantagem de 91 mil votos em 2016 para cerca de 93 mil este ano.

As mexidas surgem nos lugares seguintes.  

Chega à justa aos dois dígitos, terceira, Ana Gomes, é a estrela mais brilhante à esquerda. Um facto que deixa claro o eclipse que a esquerda parece somar este domingo no distrito, cada vez mais evidente no evoluir da noite eleitoral, que o REGIÃO DE LEIRIA acompanhou.

Em 2016, os eleitores à esquerda de Marcelo ultrapassaram o um terço dos votos. Este ano, conseguiram aproximadamente um quinto. Perderam, literalmente, uma fração do eleitorado.   

André Ventura, que representa a chegada da extrema-direita parlamentar aos lugares de destaque da corrida presidencial, arranca uma dúzia de votos em cada cem eleitores.

Há cinco anos, no distrito, Marcelo Rebelo de Sousa assentou a vitória num eleitorado que não optou por uma vasta lista de opções, onde pontuavam sobretudo candidatos à esquerda. A direita parece agora afirmar-se e consolidar preferências, mercê do resultado de Ventura e Mayan.

Parte da explicação para as alterações registadas este ano, pode radicar em quase 30 mil pessoas que, no distrito, deixaram de votar este ano, quando comparado com o número de votantes em 2016. A abstenção de 55,3% contrasta com os  49,8% de há cinco anos. E dos votos que nunca chegaram às urnas, não reza a história.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.