Assinar Edições Digitais


Mercado

‘Startup’ da área dos seguros Lovys angaria 17 milhões de euros em ronda de investimento

Lançada em 2017 pelo empresário natural de Leiria João Cardoso, a Lovys atua no mercado francês

A ‘startup’ da área dos seguros Lovys, com sede em Leiria, angariou 17 milhões de euros numa nova ronda de investimento, para expansão noutros mercados e aumento do número de clientes, segundo uma nota de imprensa enviada hoje à Lusa.

Na nota, a Lovys refere que “os seus investidores históricos Portugal Ventures e MAIF Avenir, juntamente com os fundos Heartcore, NewAlpha e Raise Ventures, compõem o painel de investidores”.

“A ronda visa a expansão noutros mercados europeus e fazer crescer os mais de 20.000 clientes, continuando fiel à sua visão de ‘uma só subscrição para todos os seguros’”, adianta.

A ‘startup’ explica que “um ano após um levantamento inicial de 3,3 milhões de euros em 2019, os investidores históricos da Lovys, Portugal Ventures e Maif Avenir, renovam a sua confiança na empresa”, juntando-se os três fundos.

A ‘startup’ “atua no mercado francês e pretende expandir a sua carteira de produtos, ficando em linha com os novos modos de vida, sendo que considera que o seu conceito responde a uma necessidade global”.

Lançada em 2017 pelo empresário natural de Leiria João Cardoso, a Lovys “permite aos utilizadores gerir todas as suas necessidades diárias de seguros, através de uma única interface, 100% ‘online’”.

“Em três anos, a empresa desenvolveu quatro produtos – casa, carro, ‘smartphone’ e cães & gatos – concebidos para corresponder às necessidades das gerações mais digitais”, lê-se na nota.

A equipa conta com 55 empregados, nos escritórios de Paris, Porto, Leiria e Lisboa.

Citado numa nota de imprensa, João Cardoso salienta que “este é o resultado de um trabalho incansável de toda a equipa”.

“Conseguimos demonstrar um enorme crescimento, principalmente no último terço do ano, onde duplicámos a nossa base de clientes. Estamos empenhados em oferecer uma experiência única em seguros e com um posicionamento radicalmente diferente, sermos a primeira subscrição digital e flexível para vários seguros em simultâneo”, realça o fundador e CEO da Lovys.

Na mesma nota, Rui Ferreira, da Portugal ventures, assinala que a Lovys, “apesar do atual contexto ser desfavorável ao setor dos seguros, conseguiu obter uma progressão notável ao longo de 2020”.

Recentemente, a Lovys anunciou a abertura de um polo tecnológico em Leiria, com mais de 30 vagas para programadores.