Assinar


Atletismo

Auriol Dongmo: “Disse para mim: ‘Auriol’, o primeiro é o teu lugar’”

Lançadora garantiu para Portugal a medalha de ouro no peso nos Europeus de pista coberta, que se disputam na Polónia.

Auriol Dongmo vive e treina em Leiria Foto: Federação Portuguesa de Atletismo

A portuguesa Auriol Dongmo conquistou ontem, 5 de março, a medalha de ouro na prova de lançamento do peso dos Campeonatos da Europa de atletismo em pista coberta, tendo revelado que disse para si mesma que merecia o primeiro lugar.

“Olhei para ela [a sueca Fanny Roos, medalha de prata após bater o recorde nacional com um lançamento de 19,29 metros], e para a marca, e disse para mim: ‘Auriol’, o primeiro é o teu lugar, não é de mais ninguém, e lancei com isso na minha mente”, contou a atleta, citada pela Federação Portuguesa de Atletismo.

Após o triunfo, lembrou o filho e o treinador, Paulo Reis, que fez “muitos sacrifícios” para a colocar neste patamar, tendo-o visto, durante a competição, “muito tranquilo”, ao contrário do habitual, em que é “muito interventivo”.

Mesmo depois de ter garantido a vitória na prova, num 2021 em que tem liderado a modalidade e somado vitórias, admitiu ter entrado “um pouco nervosa”, uma vez que a atleta, que disputou os Jogos do Rio2016 pelos Camarões, se estreava em Europeus.

“Mas estou muito feliz por chegar e conquistar o ouro”, atirou a recordista nacional de Portugal e Camarões, que tem a melhor marca mundial de 2021 (19,65 metros).

“No aquecimento fiz um lançamento bem acima dos 19,80 metros, mas o que importa é que consegui a medalha e logo a de ouro”, comentou.

Já apurada para Tóquio2020, adiado para este verão, o objetivo é continuar até lá “em boa forma”, tendo como objetivo “alcançar os 20 metros ainda este ano”.

Dongmo venceu na final com um arremesso de 19,34 metros, num concurso em que atirou sempre a mais de 19 metros, tirando o primeiro e o último, que foram nulos.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.