Assinar
Porto de Mós

Zero casos no primeiro dia de testes em escolas de Porto de Mós

Foram testados cerca de 200 profissionais entre docentes e não docentes de diversas escolas.

O primeiro dia de testagem em estabelecimentos de ensino de Porto de Mós não revelou qualquer caso positivo de Covid-19. A informação foi revelada hoje, numa nota de imprensa do laboratório que efetuou a testagem no concelho.

De acordo com a Beatriz Godinho Saúde “foram testados cerca de 200 profissionais” entre docentes e não docentes “de diversas escolas” do concelho de Porto de Mós.

Segundo adianta a mesma nota, entre as duas centenas de testados, para muitos esta foi a primeira vez que se sujeitaram a este procedimento, “mas rapidamente percebiam que era um processo simples, rápido e isento de dor”.

Os resultados, explica a empresa responsável pelos testes,  são enviados no prazo máximo de 24 horas. “Dos testes efetuados ontem, os resultados da Beatriz Godinho foram enviados ainda durante o dia de ontem tanto para os profissionais testados como para as autoridades de saúde, para monitorização de resultados”, explica, revelando que “não houve resultados positivos a registar na testagem em Porto de Mós”.

Ainda esta semana, decorrerão testes a profissionais de creches, pré-escolar e 1.º ciclo pré-escolar e 1º ciclo, que desconfinaram na segunda-feira. A empresa revela ainda que vão ser testadas “diversas creches e escolas na região de Leiria e diversos outros distritos nesta primeira semana de testagem massiva”.

Adianta ainda que estão agendadas mais duas semanas de testagem massiva: de 5 a 9 de abril para os 2.º e 3.º ciclos, e de 19 a 23 no secundário. “Além de professores e funcionários, também serão testados os alunos, de acordo com o plano de desconfinamento das escolas anunciado pelo Governo”, reforça a nota de imprensa.

Depois desta primeira testagem generalizada, posteriormente “será apenas realizada nas creches e escolas em concelhos de maior risco”, de acordo com o rácio estipulado pelo governo de incidência de casos positivos acima de 120/100 mil habitantes.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.