Assinar
Batalha

Covid-19: Batalha reclama reforço de “emergência” de vacinas

Moção defende que reforço da vacinação deverá aproximar o concelho para o nível de vacinação do país

Os deputados municipais da Batalha reclamam o reforço “de emergência” de vacinas no concelho.

A posição foi manifestada numa moção aprovada por unanimidade na reunião da Assembleia Municipal da última quarta-feira. A moção defende que o reforço da vacinação deverá ser concretizada para “aproximar o nível de vacinação com a média nacional e assegurar no imediato a administração dessas vacinas às pessoas nas faixas etárias dos 60 aos 70 anos”.

Na nota de imprensa em que divulga a posição dos deputados municipais, a Câmara da Batalha argumenta que esta moção resulta do facto de “desde o início do Plano de Vacinação, em dezembro de 2020, terem sido apenas administradas 3000 vacinas à população concelhia, número que inclui os profissionais de Saúde, Educação e dos lares, das quais apenas cerca de 700 pessoas receberam a segunda dose da vacina, o que representa menos de 18,9% da população vacinada com uma dose e cerca de 4,5% de pessoas com duas doses, valores abaixo do valor médio nacional de 22,32% e 8,23%%, respetivamente”.

No documento, os deputados lembram que o Centro de Vacinação Covid, na Exposalão, pode ver a sua capacidade, atualmente de 500 vacinas por dia, reforçada. Acresce que o concelho regista autualmente “um ligeiro agravamento de novos casos” o que, defendem, “suscita o reforço de medidas preventivas”.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.