Assinar
Cultura

Murais dão nova cara ao pátio do Jordão, em Leiria

As paredes foram pintadas ao longo de três fins de semana, durante o mês de abril.

O beco sem saída conhecido como “pátio do Jordão”, na rua Tenente Valadim, em Leiria, ganhou uma nova vida graças às pinturas de cinco artistas da região de Leiria.

São eles Lisa Teles, António Cova, Patrícia Penedo, Tenório e Nuno Gaivoto que aceitaram o desafio do grupo de teatro “O Nariz”, que ali tem as suas instalações, para dar cor às fachadas das oficinas e garagens.

A parede d’”O Nariz” já tinha sido pintada há dois anos, por Lisa Teles, e a senhoria responsável pelos restantes espaços veio agora sugerir que dessem continuidade à ideia em todo o beco.

“Nesta altura da pandemia não se pôde fazer determinado tipo de trabalhos, como ensaiar ou apresentar espetáculos em espaços interiores, e assim conseguimos fazer alguma coisa ao ar livre, sem público, de forma a podermos estar uns com outros e discutir projetos”, explica Pedro Oliveira, responsável d’O Nariz.

A iniciativa desenvolveu-se ao longo de três fins de semana, durante o mês de abril, e o resultado está a vista: cor e originalidade.

Lisa Teles, responsável pelo projeto, conta que foi “uma lufada de ar fresco” nas rotinas da pandemia, que permitiu dar cor ao espaço e “animar a malta”.

“Fomos fazendo tudo aos poucos, dando liberdade aos artistas para fazerem o que quisessem e cada um abordou o desafio como quis, sem grandes restrições ao nível temático”, acrescenta.

A somar a isso, foi ainda possível juntar ao grupo dois estreantes – Patrícia Penedo e António Cova – que não tinham ainda pintado um mural. “Este é um espaço que dá oportunidades”, conclui Lisa Teles.

As saudades de reunir um grupo de artistas eram muitas, e esta experiência permitiu, por uns dias, regressar à discussão e partilha de projetos presencialmente. Fica apenas por saber o que sairá daí para o futuro.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.