Assinar
Desporto Exclusivo

Leirienses equipam-se a rigor para festa portuguesa em Budapeste

A procura por melhores condições de vida levou-os a emigrar e por isso têm aquele sentimento tão típico português, a saudade, quando se fala em Portugal. Acompanhar os jogos da seleção no Europeu com outros portugueses e festejar as vitórias de “Cristiano e amigos” é tarefa para dois emigrantes da região a viver na capital húngara nos próximos dias

Estão a três mil quilómetros de casa, cerca de 30 horas de viagem de carro, mas nada apaga o sentimento por Portugal quando a seleção entra em campo, nem mesmo aos adeptos menos fervorosos. É o caso de Tânia Oliveira. Natural da Marinha Grande, está há cinco anos em Budapeste a trabalhar como Team Coordinator numa multinacional.