Assinar
Cultura

Fátima: Piloto apresenta no “Chá com Arte” livro sobre o Caminho de Santiago

“Nunca pares!” é um ensinamento para aproveitarmos o momento

O piloto Emanuel Mendes apresenta o livro “Nunca pares! Um caminho para o nosso interior”, sobre as suas viagens no Caminho de Santiago, na próxima sessão do “Chá com Arte”, no Consolata Museu, em Fátima.

A apresentação deste livro, no sábado, dia 17, às 16h00, marca o regresso do “Chá com Arte” ao formato presencial, depois de algumas sessões em formato exclusivamente digital.

“Nunca pares!” é um ensinamento para aproveitarmos o momento, sentir o sabor do que está a ser vivido agora. Passamos demasiado tempo presos a recordar o passado e a planear o futuro”, refere um comunicado da organização.

“Os caminhos formam um paralelismo com a vida, não devemos pensar nas saídas que irão surgir para a frente, nem nas que já ficaram para trás. Por umas já passámos e a outras nem sabemos se lá chegamos. Desta forma devemos usufruir o momento”, adianta.

O autor de “Nunca pares” foi voluntário na Marinha, na especialidade de Fuzileiros, participou na missão de apoio à paz na Bósnia Herzegovina e foi agente da Polícia Marítima.

Em 2010 iniciou o curso de piloto de linha aérea de aviões e, posteriormente, o de instrutor de voo em aviões. Hoje Emanuel Mendes trabalha como piloto de linha aérea, com especialização em Boeing 767.

Em 2016, iniciou a descoberta do Caminho de Santiago, pelo Caminho Central Português, a partir de Lisboa. “Há uma vida de conhecimento, aventuras e caminhos pela frente”, diz o autor.

O “Chá com Arte” resulta de uma parceria com a Liga de Amigos do Museu (LaMase) e após a apresentação haverá degustação de chá e biscoitos, num ambiente intimista.

A participação é gratuita, mas de inscrição obrigatória (Telf. 249539470 ou museuartesacra@consolata.pt) e cumprindo as normas de segurança da Direção Geral de Saúde.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.