Assinar


Leiria

Arte xávega inspira criação contemporânea “Meia Praia Mar” em Leiria

O projeto pretende cruzar teatro, dança, cinema e antropologia com a paisagem natural da arte xávega.

Arte xávega

A arte xávega, tradicional técnica de pesca do litoral português, inspira o projeto de criação contemporânea “Meia Praia Mar”, que o coletivo DEMO estreia na sexta-feira na Praia do Pedrógão, no concelho de Leiria.

O coletivo DEMO (Dispositivo Experimental, Multidisciplinar e Orgânico) integra nesta proposta um espetáculo, um objeto sonoro e uma curta-metragem, cruzando teatro, dança, cinema e antropologia com a paisagem natural da arte xávega: o mar e o pinhal.

“Pretendemos conceber uma dramaturgia que permita tecer relações e continuidades entre três objetos artísticos, cruzando artes sonoras, artes performativas e cinema no processo de recolha e apropriação artística dos diversos elementos, tangíveis e intangíveis, que simbolicamente resgatam memórias antigas ou vivências quotidianas deste lugar”, acrescenta o coletivo DEMO, em comunicado.

Trabalhando tradições, experiências, memórias, mas também vestuário, costumes, dialetos e objetos utilizados na arte xávega do litoral centro, mais concretamente da Praia do Pedrógão, DEMO reinventa novas significações para estas práticas através da criação artística contemporânea.

“Meia Praia Mar” arranca com um ato performativo na Praia do Pedrógão, junto ao barracão da arte xávega, na rua do Olho de Água, na sexta-feira, sábado e domingo, às 21 horas. A entrada é gratuita, com inscrição pelo ‘e-mail’ info.demo.dispositivo@gmail.com.

O espetáculo vai ainda ao Cine-Teatro de Monte Real, dias 17 e 18 de setembro, e ao Teatro José Lúcio da Silva, em Leiria, a 22 e 23 de setembro.

Ainda em Leiria, é apresentada a curta-metragem “Estrada Atlântica”, no mimo – Museu da Imagem em Movimento, nos dias 24 e 25 de setembro. ‘Online’ será revelado o objeto sonoro “Sopro salgado”.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.