Assinar
Cultura

Espetáculo sobre arte xávega ganha vida na Praia do Pedrógão este fim de semana

“Meia Praia Mar” resulta da investigação do coletivo DEMO na Praia do Pedrógão e revela um olhar exterior sobre a arte xávega.

A tradicional técnica de pesca do litoral português -arte xávega – é o ponto de partida para o novo projeto do coletivo DEMO (Dispositivo Experimental, Multidisciplinar e Orgânico).

Pela primeira vez, a associação com sede em Guimarães rumou à Praia do Pedrógão para dar vida ao projeto “Meia Praia Mar”: criação contemporânea que integra um objeto sonoro, uma curta-metragem e um espetáculo. São três elementos distintos, mas desenvolvidos a partir do mesmo tema e com base num trabalho de pesquisa prévia no local.

Segundo Cheila Pereira, co-fundadora do coletivo, as visitas a esta praia do concelho de Leiria começaram em abril, sendo que a primeira fase do processo de criação consistiu no desenvolvimento do objeto sonoro “Sopro Salgado” (disponível em Stream DEMO / Associação Cultural | Listen to SOPRO SALGADO playlist online for free on SoundCloud), seguido das filmagens para a curta-metragem e uma última etapa de criação do ato performativo.

Durante a investigação, explica a intérprete, o coletivo observou o trabalho da companha Flôr da Praia Azul, dos antigos pescadores e peixeiras para entender “como a arte xávega acontece atualmente”. Foram ainda trabalhadas experiências, memórias, tradições, costumes, entre outros elementos inerentes a esta técnica de pesca.

A investigação vídeo e bibliográfica com o apoio do antropólogo Francisco Neto Nunes e do MARE- Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, contribuiu igualmente para o resultado final.

Perceber como é a Praia do Pedrógão, as dunas, o mar e a zona envolvente foi outro aspeto importante para a consolidação do projeto, principalmente para a curta-metragem, que é constituída por filmagens nos pontos que o coletivo considerou “mais característicos” da zona, como o pinhal ardido, uma taberna na freguesia do Coimbrão, um restaurante à entrada da Vieira de Leiria e outros locais.

É precisamente a visão exterior do grupo sobre todos os elementos que compõem a arte xávega – desde o “universo mais supersticioso” e a presença da mulher na comunidade piscatória à questão da dureza e fome – que dá origem ao espetáculo “não convencional” apresentado este fim de semana, nos dias 27, 28 e 29, na rua de Olho de Água junto ao barracão da arte xávega, na Praia do Pedrógão, às 21 horas.

A entrada é gratuita, mas carece de reserva através de info.demo.dispositivo@gmail.com ou do contacto 968 610 865.

Em setembro, o ato performativo “Meia Praia Mar” é apresentado nos palcos físicos do Cine-Teatro de Monte Real, dias 17 e 18, e do Teatro José Lúcio da Silva, em Leiria, nos dias 22 e 23. Os espetáculos acontecem às 21h30.

Mais informações e inscrições através de info.demo.dispositivo@gmail.com.

A curta-metragem “Estrada Atlântica” será apresentada em dose dupla pelas 18h30, a 24 e 25 de setembro no Mimo – Museu da Imagem em Movimento, em Leiria, no âmbito das Jornadas Europeias do Património. As entradas são gratuitas.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.