Assinar
Sociedade

Cáritas de Leiria procura padrinhos para oferecer férias a crianças carenciadas

A colónia balnear da Praia do Pedrógão tem uma longa tradição e acolhe anualmente dezenas de crianças e jovens na “casa amarela”.

Projeto "Férias felizes" prevê quatro turnos para crianças e jovens entre os 6 e os 16 anos Foro: Cáritas

A Cáritas de Leiria volta este verão a proporcionar “Férias Felizes” a crianças e jovens de famílias carenciadas na colónia da Praia do Pedrógão.

O projeto vive do apoio de “cidadãos de boa vontade” que suportam parte do valor de uma inscrição, podendo os interessados em colaborar obter mais informações junto da instituição.

“Apadrinhe umas férias felizes” é o mote da campanha e do projeto, que conta anualmente com o apoio de 50 jovens monitores voluntários.

Todos os anos, a iniciativa junta dezenas de crianças e adolescentes que beneficiam, rotativamente de acordo com as idades (dos 6 aos 16 anos), de uma semana de férias, entre os meses de julho e agosto, na única praia costeira do concelho de Leiria. Este ano, estão previstos quatro turnos.

As famílias comparticipam a estadia de acordo com o escalão do abono de família, contribuindo com valores entre 45 e 80 euros por cada participante, mas algumas não têm capacidade financeira para suportar o montante da inscrição e custo da estadia na “casa amarela”.

De modo a assegurar a sua participação, a Cáritas Diocesana de Leiria convida a comunidade a colaborar e a apadrinhar o projeto com o pagamento do valor da inscrição da uma criança ou jovem (35 euros). “De forma a responsabilizar as famílias apoiadas, estas assumirão o pagamento de 10 euros”, adianta a instituição em comunicado.

Mais informações podem ser obtidas junto da Cáritas pelo email leiria@caritas.pt, pelo telefone 244 823 692 ou no site da instituição.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados