Assinar


Sociedade

Politécnico de Leiria com 88,2% das vagas preenchidas na primeira fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior

Entre os cursos de licenciatura, 35 preencheram a totalidade de vagas disponíveis.

Bicicletas elétricas em frente ao edifício do Instituto Politécnico de Leiria

O Politécnico de Leiria (IPLeiria) colocou 1.796 novos alunos na primeira fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior (CNAES), entre as 2.036 vagas disponíveis, o que representa 88,2% dos ‘lugares’ preenchidos.

No que diz respeito às licenciaturas, 35 cursos preencheram a totalidade de vagas disponíveis, bem como duas escolas – Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha (ESAD.CR) e a Escola Superior de Saúde (ESSLei).

Rui Pedrosa, presidente da instituição, considera, citado em comunicado, que “os resultados da primeira fase são globalmente excelentes com quase 1.800 estudantes colocados”.

“1.661 estudantes colocaram cursos do Politécnico de Leiria em primeira opção, o que revela bem o reconhecimento da qualidade de formação do IPLeiria”, acrescenta.

O responsável estima que a instituição de ensino venha a receber mais de 5 mil novos estudantes neste ano letivo, em licenciaturas, Cursos Técnicos Superiores Profissionais (TeSP) e mestrados.

A Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS), a Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG), e a Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM) preencheram, respetivamente, 96%, 79,9% e 77,2%, das vagas disponíveis para a primeira fase do CNAES.

Entre os cursos que completaram a totalidade das vagas a concurso, os que registaram a média de entrada mais alta foram: Design Gráfico e Multimédia (165,5), Fisioterapia (163,4), Design Industrial (158,2), Artes Plásticas (153,2), Enfermagem (151,8), Jogos Digitais e Multimédia (149,7), Dietética e Nutrição (148,8), Som e Imagem (148,4), Teatro (145,1) e Tradução e Interpretação: Português/Chinês – Chinês/Português (144,3).

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.