Assinar
Cultura

Bienal Ibérica propõe atividades culturais para todos até domingo entre Leiria e Marinha Grande

Cativar os jovens para o património cultural é um dos objetivos da AR&PA, que abriu portas esta quinta-feira no Mercado de Santana sob o tema “Jovens e o Património”

A AR&PA – Bienal Ibérica de Património Cultural assentou praça em vários locais da cidade de Leiria, Maceira e Marinha Grande, que promete animar até domingo com um extenso programa de atividades.

No Mercado de Santana concentram-se dezenas de expositores e lá acontecem oficinas de arqueologia, música, artesanato, conservação e restauro, técnicas tradicionais e tecnologia. A Igreja da Misericórdia, a Biblioteca Municipal, o Centro Cívico, a Escola Superior de Educação e Ciências Sociais, o Teatro José Lúcio da Silva, o jardim da Almuinha Grande, o Ramal Maceira-Liz (Martingança) e Museu do Vidro, o circuito do futuro Museu do Molde, a Ribermold e o Museu Santos e Barosa, na Marinha Grande, são outros locais eleitos para acolher outras iniciativas.

A organização preparou visitas escolares, os roteiros de skate e BMX, oficinas de dança, concertos noturnos e um ciclo de arqueologia. Sábado, dia 16, são anunciados no Teatro José Lúcio da Silva os vencedores da primeira edição dos prémios Patrimonio.pt. A cerimónia tem entrada livre e começa às 19 horas.

Entre as diversas vertentes, há ainda três seminários internacionais com workshops integrados e várias conversas sobre conservação e restauro, turismo e património internacional. Ao todo estão envolvidos 16 oradores ingleses, franceses, espanhóis e portugueses.

Até domingo, artesãs dos ranchos da Bidoeira de Cima, dos Parceiros e dos Barreiros vão estar na Galeria Manuel Artur Santos a ensinar quem quiser aprender a fazer rodilhas: esta sexta-feira, dia 15, às 11h30, 14 horas e 15h30; sábado e domingo às 10 e às 15 horas.  

A participação nas oficinas é gratuita e, além de rodilhas, a Bienal Ibérica de Património Cultural, organizada pela SPIRA, convida a trabalhar o barro com artesãos da Bajouca, aprender com a SAMP mais sobre instrumentos como o bombardino e a trompa, construir brinquedos óticos, pintar azulejos ou experimentar arqueologia.

Mais informações sobre as oficinas e todo o programa da bienal estão disponíveis aqui.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.