Assinar
Leiria

Obras na avenida general Humberto Delgado retomam “em força” na próxima semana

Trabalhos vão obrigar a cortar circulação automóvel, entre um a dois dias, na avenida Nossa Senhora de Fátima, também na próxima semana.

O ritmo acelerado que a obra das avenidas Nossa Senhora de Fátima e general Humberto Delgado registou nas últimas semanas de setembro abrandou nos últimos dias e a intervenção chegou mesmo a estar suspensa nas duas últimas semanas. Mas a obra vai retomar, na próxima semana, “em força”.

A informação foi avançada por Ricardo Santos, vereador das Obras Municipais, esta terça-feira, durante a reunião de executivo, e durante esta paragem, houve “trabalhos praticamente imperceptíveis”, que foram realizados, relacionados com “a baldeação de cabos de telecomunicações, envolvendo vários operadores, porque estavam a colidir com a rede de média tensão”, mas que são essenciais para que o resto dos trabalhos que faltam realizar possam acontecer.

“Esse trabalho realizou-se essencialmente no troço da [av.] Nossa senhora de fátima, entre a rua João Paulo II e as escadas que já estão construídas e que ligarão pedonalmente à avenida Nossa Senhora de Fátima à av. General Humberto Delgado. E na próxima semana irão ser colocadas duas ilhas ecológicas nesse troço”, explicou.

Já esta semana vão ser apresentados os planos de sinalização e trânsito, para que os trabalhos decorram na próxima semana, com o objetivo de “causar os mínimos constragimentos” numa zona crucial da cidade, quer para moradores, comerciantes e municípes que utilizam habitualmente aquela artéria.

É que para a colocação das ilhas ecológicas, será necessário instalar uma grua na avenida Nossa Senhora de Fátima e proceder ao corte total de trânsito, por um período entre um a dois dias.

A colocação de calçada e de colunas de iluminação pública no troço inicial da avenida general Humberto Delgado, entre a avenida Marquês de Pombal e a rua Emília Carvalho, são outros dos trabalhos que vão decorrer nos próximos dias.

Já entre a rua Emília Carvalho e a rua João Paulo II, parte da obra referente às infraestruturas enterradas está feita, bem como a colocação de uma ilha ecológica, acrescenta o vereador, e a “obra será retomada” para os restantes trabalhos, tendo em conta as condições em termos de acessibilidades às garagens dos prédios ali existentes.

A requalificação urbana das avenidas Nª Sª de Fátima e General Humberto Delgado foi adjudicada por cerca de 2,5 milhões de euros, para ser realizada em 18 meses. A empreitada arrancou em novembro de 2019, tendo o prazo resvalado, por diversas vezes. Já no verão, os moradores da avenida Nossa Senhora de Fátima contestaram o atraso da obra e a paragem dos trabalhos.

Em declarações ao REGIÃO DE LEIRIA, na altura, Ricardo Santos não quis arriscar datas para a conclusão dos trabalhos, justificando apenas que “é intenção do município concluir os trabalhos o mais rapidamente possível, evitando grandes constrangimentos junto dos moradores”.

Já no mês de setembro, os moradores da Quinta do Taborda exigiram à Câmara de Leiria a retirada do estaleiro e depósito de materiais e máquinas, associado às obras de requalificação das duas, montado desde novembro de 2019, junto à porta dos prédios onde vivem.

Foto de arquivo: Joaquim Dâmaso

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.