Assinar


Leiria

Homem suspeito de sequestrar o filho obrigado a apresentações semanais às autoridades

Arguido molestou física e psicologicamente o seu filho ao longo de, pelo menos, quatro anos

Tem 33 anos e é suspeito de um crime de violência doméstica e cinco de sequestro, cometidos contra o filho de 13 anos.

O tribunal determinou que aguarde julgamento em liberdade, condicionada a apresentações semanais às autoridades policiais e à proibição de contacto com o filho.

Os factos passaram-se no concelho de Leiria e o caso foi hoje tornado público pela Procuradoria de Leiria. Esta terça-feira, dia 23, o suspeito foi apresentado a interrogatório judicial.

O homem, de 33 anos de idade, está indiciado pela prática de um crime de violência doméstica e de cinco crimes de sequestro.

“O Tribunal considerou fortemente indiciado que o arguido molestou física e psicologicamente o seu filho de 13 anos, ao longo de, pelo menos, quatro anos, até janeiro de 2022, no concelho da Leiria, onde residiam”, explica uma nota da Procuradoria, hoje divulgada.

O arguido, adianta o mesmo comunicado, desferiu na vítima “murros na cabeça e nas costas, pontapés nas pernas, palmadas no corpo com um sapato e atirou-lhe com pedras da calçada”.

O homem é igualmente suspeito de ter dirigido “nomes ofensivos ao filho, insultando-o e vexando-o”.

“O juiz de Instrução Criminal determinou que o arguido aguardasse os ulteriores termos do processo sujeito às medidas de coação de proibição de qualquer contacto com o menor e de frequentar o local onde resida, bem como à obrigação de se apresentar, uma vez por semana, perante as autoridades policiais”, refere ainda a mesma nota.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar