Assinar
Saúde

Primeira Unidade de Internamento de Cuidados Paliativos do distrito foi inaugurada há um ano

Centro Hospitalar de Leiria assinala a data com várias ações, entre as quais uma sessão pública sobre cuidados paliativos dirigida à comunidade.

fotografia da ministra Marta Temido a descerrar a placa de inauguração da unidade

O primeiro ano de funcionamento da Unidade de Internamento de Cuidados Paliativos do Centro Hospitalar de Leiria (CHL) é assinalado esta terça-feira, 22 de março, com a presença do secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales.

A unidade funciona no Hospital de Alcobaça Bernardino Lopes de Oliveira – um dos hospitais que integra o CHL – e é aí que, a partir das 9 horas, decorre a sessão comemorativa com a visita a uma exposição de agradecimentos e ofertas dos familiares e doentes à unidade e de fotografias de momentos significativos, revela o CHL em nota de imprensa.

Às 9h30 no salão nobre do Hospital de Alcobaça, o primeiro ano de funcionamento da unidade é apresentado por Catarina Faria, diretora do Serviço de Cuidados Paliativos do CHL. Seguem-se as intervenções de Rui Sousa Silva, presidente da Comissão Nacional de Cuidados Paliativos, e de Licínio de Carvalho, presidente do conselho de administração do CHL.

António Sales, secretário de Estado Adjunto e da Saúde, intervém pelas 10h15, e a sessão prossegue com uma preleção sobre cuidados paliativos por Ana Querido, docente do Politécnico de Leiria. A cerimónia termina com a partilha de testemunhos de profissionais e familiares de doentes acompanhados na unidade e com um momento musical de responsabilidade da SAMP.

À tarde, a partir as 14 horas, o CHL promove uma sessão pública sobre cuidados paliativos dirigida à comunidade, com entrada livre, no auditório da Biblioteca Municipal de Alcobaça. A ação tem por objetivo esclarecer dúvidas e mitos associados a este tipo de cuidados, além de proporcionar a partilha de testemunhos de profissionais de saúde do CHL e de familiares de doentes acompanhados na Unidade de Internamento de Cuidados Paliativos.

A unidade abriu portas no dia 15 de março de 2021 e foi inaugurada a 19 de março pela ministra da Saúde, Marta Temido, após um investimento de cerca de 680 mil euros, cofinanciado em 156.825 mil euros no âmbito do Programa Portugal 2020, e em 75 mil euros pela Câmara Municipal de Alcobaça. Possui 12 camas, distribuídas por 10 quartos, espaços de trabalho para os profissionais, sala de tratamentos, zona de limpos e sujos, refeitório e sala de convívio e de atividades.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.