Assinar
Covid-19

Covid-19: Subiu número de doentes com infeção internados no hospital de Leiria

Instituto de Saúde Ricardo Jorge tem registado uma tendência crescente de infeções em Portugal, e uma média diária de 9.474 novos casos

Há 45 doentes internados no Hospital de Santo André, com infeção por SARS-CoV-2, dois dos quais nos cuidados intensivos.

Segundo dados avançados pelo Centro Hospitalar de Leiria (CHL) ao REGIÃO DE LEIRIA, este balanço reporta-se às 17 horas de ontem, terça-feira, havendo ainda registo de 26 doentes internados no serviço de Medicina Interna, quatro no serviço de Psiquiatria e Saúde Mental, dois na Pediatria e um caso na Obstetrícia.

Este total representa um aumento face ao número de doentes com teste positivo à Covid-19 que se encontravam internados há três semanas. No dia 5 de abril, o CHL contabilizava 31 doentes positivos internados, 26 dos quais em enfermaria, quatro na Unidade de Cuidados Agudos Polivalente (cuidados intermédios) e um na Medicina Interna.

Há três semanas ainda, 13 profissionais de saúde estavam em isolamento por terem contraído o novo coronavírus, informação que não foi possível atualizar esta semana.

Atualmente, o hospital dispõe de 52 camas para doentes com Covid-19, 36 das quais no serviço de Medicina Interna, cinco na Pediatria, quatro na Psiquiatria e Saúde Mental, quatro na Obstetrícia e três no serviço de Medicina Intensiva.

Os serviços deverão ser entretanto reorganizados, incluindo os serviços de urgência, uma vez que a Direção-Geral da Saúde (DGS) determinou na passada quinta-feira a desativação das unidades ou serviços hospitalares “livres de Covid” bem como as áreas dedicadas a doentes com infeção respiratória (ADR), criadas no âmbito da pandemia.

Até ao momento, não possível contudo obter informações do CHL sobre as alterações a implementar fruto das novas orientações da tutela, estando essa reorganização em curso.

Índice de transmissibilidade volta a subir para os 1,02 em Portugal

O índice de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-CoV-2 subiu ligeiramente em Portugal para os 1,02 e a média de casos diários aumentou para os 9.474, indicou esta quarta-feira o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).

“O valor médio do Rt para os dias de 18 a 22 de abril foi de 1,02” a nível nacional, o que representa um aumento em relação ao valor de 1,00 registado na semana anterior, avança o relatório do INSA sobre a evolução do número de casos no país.

Entre 21 de janeiro e 15 de fevereiro, este indicador tinha registado uma descida acentuada, chegando aos 0,71. Segundo os dados hoje divulgados, o número médio a cinco dias de casos diários passou dos 8.931 para os 9.474 a nível nacional, sendo mais baixo em Portugal continental (8.842).

O documento do INSA adianta ainda que o Rt – que estima o número de casos secundários de infeção resultantes de cada pessoa portadora do vírus – está acima do limiar de 1 no Norte (1,07), no Centro (1,03) e nos Açores (1,05), o que “indica uma tendência crescente” de infeções pelo SARS-CoV-2.

Este indicador está nos 0,99 em Lisboa e Vale do Tejo, nos 0,98 no Alentejo, nos 0,95 no Algarve e nos 0,89 na Madeira.

“Portugal apresenta a taxa de notificação acumulada de 14 dias superior a 960 por 100 mil habitantes e um Rt superior a 1, ou seja, uma taxa de notificação muito elevada e com tendência crescent”, adianta o instituto.

Com Lusa

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.