Assinar
Marinha Grande

Museu do Vidro recebe exposição dedicada ao Plesiossauro de São Pedro de Moel

A mostra pode ser visitada até 29 de junho e tem entrada gratuita.

imagem do plesiossauro cujo fóssil foi encontrado em são pedro de moel

O “mais completo e antigo fóssil” de Plesiossauro da Península Ibérica é o tema de uma exposição que inaugura no próximo sábado, 30 de abril, no Museu do Vidro, na Marinha Grande.

A “Exposição do Plesiossauro de São Pedro de Moel” exibe e documenta a descoberta que tem cerca de 195 milhões de anos, pertencendo ao início do Período Jurássico, e que foi encontrada junto ao farol de São Pedro de Moel.

Numa nota de imprensa, o município explica que a descoberta “permitiu identificar uma nova espécie de réptil marinho contemporâneo do tempo dos dinossauros, batizada com o nome de Plesiopharos moelensis”, que significa “perto do farol de São Pedro de Moel”.

“Os plesiossauros eram répteis marinhos, da Era dos dinossauros, que vinham à superfície para respirar. Os seus membros, braços e pernas, evoluíram para barbatanas e a sua morfologia assemelha-se ao mítico “monstro do Loch Ness”, acrescenta a autarquia.

A exposição, que é inaugurada pelas 15 horas, resulta de uma parceria da Câmara da Marinha Grande com o Parque dos Dinossauros da Lourinhã e o Museu da Lourinhã.

As últimas duas entidades são responsáveis pelo tratamento e conservação do achado fóssil.

A mostra pode ser visitada até 29 de junho, de terça-feira a domingo, entre as 10 e as 13 horas e as 14 e as 18 horas. A entrada é gratuita.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.