Assinar
Sociedade

Orienta-te apoiou jovens do secundário em mais um Fórum Emprego e Formação

Estudantes do 9º e do 12º ano procuraram apoio junto de profissionais responsáveis pelo projeto.

O Fórum Emprego e Formação decorreu entre quarta e sexta-feira, em Leiria

Os estudantes que frequentam o 9º e o 12º ano de escolaridade foram os que mais procuraram apoio junto do projeto Orienta-te, que esteve presente na edição deste ano do Fórum Emprego e Formação, no Mercado de Santana.

Segundo Pedro Cordeiro, coordenador do projeto, uma das maiores preocupações que os jovens sentem prende-se com a escolha da ida para o ensino regular ou profissional. “A indecisão sobre o caminho que vão seguir pode traduzir-se, muitas vezes, em ansiedade e angústia para alguns alunos”, refere.

Ao longo do ano, o projeto Orienta-te dinamiza uma série de iniciativas, entre as quais a participação no Fórum Emprego e Formação.

O poder financeiro, a fama, o estatuto, a obrigação por parte da sociedade ou até a pressão exercida pelos pais, são fatores que prejudicam a escolha dos jovens.

“Uma decisão é sempre boa quando está alinhada com a motivação intrínseca da própria pessoa. Ou seja, quando tem que ver com os seus princípios valores e personalidades”, clarifica Pedro Cordeiro. Acrescenta ainda que, “também é importante sermos realistas em relação ao próprio mercado de trabalho”.

Todo o processo de Orientação Escolar e Vocacional (OEV), que é realizado nos estabelecimentos de ensino, é conduzido pelos Serviços de Psicologia e Orientação (SPO). Esse processo passa pela aplicação de testes de caráter vocacional e por entrevistas com os alunos e a respetiva família.

No Fórum Emprego e Formação, o coordenador do projeto Orienta-te, esclarece que “aqui os alunos procuram-nos de forma casual, com perguntas muito genuínas. Se nós sentirmos que há questões que precisam de ser trabalhadas, encaminhamo-los para os SPO. Trata-se, portanto, de um complemento a este serviço que já existe”.

O projeto é promovido pelo Município de Leiria e pelo conjunto dos psicólogos do concelho, que fazem parte da rede dos SPO.

O grande objetivo destes profissionais é “promover o alinhamento entre os interesses e aptidões de cada pessoa em particular, e a sua escolha. Interessa-nos, sobretudo, que o aluno encontre uma resposta que seja condizente com a sua motivação”, acrescenta Pedro Cordeiro.

Pedro Cordeiro é o coordenador do projeto Orienta-te Foto: Daniela Faria

O projeto Orienta-te estimula os jovens a tomarem uma decisão ponderada e autónoma, relativamente ao seu percurso escolar e educativo.

Este projeto conta com um email (leiria.orienta-te@gmail.com), onde podem ser colocadas todas as dúvidas relativamente ao tema. 

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados