Assinar


Batalha

Prisão preventiva para homem que assaltou estaleiro da Câmara da Batalha

O detido tem antecedentes criminais por coação, burla, simples e qualificada, e condução sem habilitação legal.

A GNR deteve um homem de 40 anos, que ficou em prisão preventiva, por ser suspeito de furto no estaleiro da Câmara da Batalha, no distrito de Leiria, anunciou hoje esta organização policial.

“No âmbito de uma denúncia a dar conta de um furto ocorrido em armazéns, os militares da Guarda encetaram diligências policiais que permitiram localizar o veículo onde seguia o suspeito”, referiu o Comando Territorial de Leiria, explicando que, “ao aperceber-se da viatura” da GNR, “o suspeito colocou-se em fuga”, mas acabou intercetado e detido.

Na viatura estavam torneiras, que foram apreendidas, adiantou a GNR, referindo que o veículo foi furtado em Minde, concelho de Alcanena (Santarém), tendo sido devolvido ao proprietário.

O suspeito, detido na sexta-feira, tem antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza, de acordo com a GNR. Presente no dia seguinte ao Tribunal Judicial de Nazaré (tribunal de turno), foi-lhe aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

À Lusa, o comandante do Destacamento Territorial de Leiria, capitão Daniel Matos, disse que o arguido, desempregado, furtou do estaleiro municipal artigos relacionados com canalização, sendo “suspeito de outros furtos que estão em investigação”.

Segundo o comandante, o detido “tem antecedentes criminais por coação, burla”, simples e qualificada, “e condução sem habilitação legal”.

Daniel Matos acrescentou que o arguido tinha um mandado de detenção pendente dado que “noutro processo foi-lhe aplicada a medida de coação de prisão domiciliária com pulseira eletrónica, que não cumpriu”.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.