Assinar
Cultura

Museu Escolar dos Marrazes e Nuno André Ferreira revelam em Leiria “Escolas em pandemia”

Escolas dos 26 municípios da Rede Cultura foram fotografias para registar os impactos que a covid-19 teve no dia-a-dia das comunidades letivas.

Nuno André Ferreira

Durante os últimos meses, a convite do Museu Escolar de Marrazes (MEM), o fotógrafo Nuno André Ferreira percorreu 26 escolas do território da Rede Cultura 2027 para fazer um retrato da pandemia nos estabelecimentos de ensino. O projeto chama-se “Escolas em pandemia” e foi contemplado com o apoio da Rede Portuguesa de Museus no âmbito do programa ProMuseus. O resultado é revelado publicamente no domingo, dia 15 de maio, numa exposição em espaço público no Largo Goa Damão e Diu (Fonte Luminosa), a inaugurar às 15 horas, integrado na comemoração dos 25 anos do MEM.

Neste trabalho fotográfico, Nuno André Ferreira registou as alterações que a pandemia provocou nas escolas, como a sinalética, as máscaras, os acrílicos, mas também a perturbação nas relações interpessoais.

De cada escola foram selecionadas duas imagens. Em Leiria, o fotógrafo acompanhou o dia-a-dia na Escola do 1º Ciclo dos Marrazes. A exposição fica patente até 6 de junho e, segundo informação do MEM, pretende-se que circule depois pelos municípios da Rede Cultura.

O MEM assinalará o 25º aniversário em sessão especial no dia 21 de maio, no auditório da Filarmónica dos Marrazes, a partir das 18 horas.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados