Assinar
Caldas da Rainha

Caldas da Rainha festeja feriado sem concerto e comerciantes temem decréscimo da faturação

Em vez de um grande concerto, as festas da cidade são celebradas este ano com três espetáculos em diferentes locais.

Foto de Arquivo

As festas da cidade das Caldas da Rainha deixam este ano de ter um grande concerto gratuito para a população, opção que a associação de comerciantes considera que vai contribuir para um decréscimo da faturação durante os festejos.

Dos 125 comerciantes questionados pela Associação Comercial das Caldas da Rainha (ACCCRO), 75,2% confirmaram que a sua faturação aumenta durante as tradicionais festas da cidade e 78,4% consideram que tal não irá acontecer este ano, face à alteração do programa que, pela primeira vez, não irá contar com um concerto gratuito na véspera do feriado municipal, comemorado a 15 de maio.

No inquérito divulgado pela associação comercial, 70,8% dos inquiridos (68 associados) consideram que a faturação irá diminuir até 5%, 15,6% (15 associados) estima uma diminuição entre 6% a 10% e os restantes 13,5% (5 associados) temem decréscimos superiores a 16%.

A alteração das festas da cidade afeta, sobretudo, restaurantes e cafés da avenida 1.º de Maio e praça 25 de abril, onde tradicionalmente se iniciam as comemorações do dia da cidade, na noite do dia 14, com um concerto de um artista nacional, com entradas gratuitas.

Em conferência de imprensa, o presidente da Câmara das Caldas da Rainha, Vitor Marques (Movimento ‘Vamos mudar’), explicou hoje que o executivo eleito nas últimas eleições autárquicas, e que pela primeira vez organiza os festejos, entendeu “tirar partido do facto de os festejos acontecerem ao fim de semana” para apostar numa programação que “em vez de um grande concerto contará com três concertos, descentralizados por outros locais da cidade”.

Assim, no dia 14 terá lugar, na Praça da República, um concerto com a orquestra local “Monte Olivett” e no complexo desportivo o espetáculo com a banda “Caim”, seguido de djs. Já o terceiro espetáculo terá lugar no domingo, dia 15, no Parque D. Carlos I, com Cuca Roseta.

“É uma formulação diferente da abordagem dos concertos” que Vitor Marques admite que “possa voltar, noutros anos, ao formato tradicional”, e que resulta também “do ajustamento dos investimentos que estão a ser feitos de forma a pensar muito bem como são usados os recursos financeiros do município”, tendo em conta o aumento dos custos energéticos e das obras em curso.

De acordo com o autarca, a substituição do concerto de dia 14 pelo espetáculo de Cuca Roseta, comparticipado no âmbito do programa “Portugal Acústico”, reduz assim o investimento do município na programação das festas da cidade, que incluem a realização de atividades ao longo de todo o mês.

Questionado sobre as repostas ao inquérito efetuado pela ACCCRO, Vitor Marques afirmou ter “estranhado” a realização deste inquérito sem conhecido “em concreto o programa das festas”.

“Lamento que o tenham feito desta forma”, afirmou o presidente da autarquia, reconhecendo, no entanto, “a importância de ter uma associação comercial que defenda os interesses dos comerciantes”.

Já no que toca às respostas dos inquiridos, Vitor Marques sublinhou que, no novo modelo de festas, “há muitas mais atividades a realizar-se durante todo o fim de semana”, manifestando-se confiante de que os rendimentos dos comerciantes da Praça 25 de Abril e da Avenida 1.º de Maio não serão defraudados.

Por outro lado, explicou, “para as rulotes das farturas e quiosques de bebidas foram abertas hastas públicas para que se possam instalar nas zonas onde se realizam os outros concertos”.

O programa das festas da cidade das Caldas da Rainha vai estender-se entre o dia 14 e o final do corrente mês, englobando atividades com escolas, associações, museus, o Centro Cultural e de Congressos, o programa “bom dia Cerâmica” e a Feira do Cavalo Lusitano.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados