Assinar
Mercado

Município de Leiria lança plataforma para promover tecido económico do concelho

Em “Leiria Economia” está disponível informação sobre as atividades económicas da cidade, projetos e outros dados.

Agora já pode encontrar, à distância de um clique, numa única página de internet, informação sobre o território de Leiria, as atividades económicas com interesse para a região, dados estatísticos e um guia de apoio ao investidor, que explica como e onde investir.

A plataforma “Leiria Economia” foi lançada pela Câmara de Leiria com o objetivo de “promover o tecido económico do concelho”, atrair investimento e mão-de-obra, assim como afirmar o território “no seu posicionamento nacional e internacional”, refere o comunicado enviado às redações.

O portal conta ainda com duas lojas em formato digital: o Leiria Market, montra para o comércio local, e o Mercado Municipal de Leiria, onde pode fazer compras a partir de casa. Os dois espaços da plataforma cumprem com o propósito do Município de “digitalizar a economia”, disponibilizando também desta forma alguns projetos que estão a ser desenvolvidos pela autarquia.

Citada em comunicado, Catarina Louro, vereadora do Desenvolvimento Económico, diz que o portal é baseado nos eixos “investir, viver e trabalhar” e agrega “todos os fatores que fazem do Município de Leiria um território atrativo, com elevada qualidade de vida”.

Nesta primeira fase, acrescenta, estão em destaque os indicadores mais relevantes para que trabalhadores, investidores e outras pessoas possam conhecer Leiria “nas suas diferentes facetas, sendo apresentados os projetos em curso na área do acolhimento empresarial”.

A vereadora adianta ainda que a autarquia está a trabalhar numa nova secção, que irá conter as várias zonas industriais do concelho e vai ligar a plataforma ao Espaço Empresa e ao Gabinete de Inserção Social de Leiria.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.