Assinar
Desporto

Nic Von Rupp e João Macedo nomeados para prémios de ondas gigantes na Nazaré

Os surfistas portugueses estão nomeados na categoria ‘tow in’ [puxados por mota de água].

ondas Nazaré

Os surfistas portugueses Nicolau Von Rupp e João Macedo estão nomeados para os prémios relativos às maiores ondas surfadas na última temporada, ambas apanhadas este inverno no ‘canhão’ da Nazaré, revelou a Liga Mundial de Surf (WSL).

Nic Von Rupp e João Macedo concorrem ambos na categoria de ‘tow in’ [puxados por mota de água], com ondas gigantes apanhadas em 8 de janeiro e 25 de fevereiro, respetivamente.

Os dois atletas lusos concorrem com o brasileiro Lucas Chianca (8 de janeiro), Mason Barnes (26 de fevereiro), e Pedro Scooby (08 de janeiro), todos com ondas surfadas na Praia do Norte, que conta com todos os nomeados para esta categoria específica, com a brasileira Michelle des Bouillons e a francesa Justine Dupont na luta pela distinção no quadro feminino.

Anunciado ontem, terça-feira, no mesmo dia em que o surfista alemão Sebastian Steudtner foi distinguido como o novo recordista da maior onda surfada do mundo, com 26,21 metros, pelo Livro dos Recordes do Guinness, a WSL revelou os nomeados para os prémios de ondas gigantes da última época, com a Nazaré em destaque quer no ‘tow in’, quer no ‘paddle’ (remada sem auxílio de mota de água).

A certificação da maior onda surfada de sempre, na Praia do Norte, na Nazaré, em 29 de outubro de 2020, foi hoje entregue por um juiz do Guiness, no forte de São Miguel Arcanjo, ao surfista que se mostrou “muito orgulhoso” de ter surfado uma onda “criada por uma tempestade” e que prova que “qualquer coisa que se queira muito fazer na vida é possível”.

Os vencedores destes prémios da WSL vão ser anunciados em 7 de julho, com as ondas da Praia do Norte a dominarem as nomeações, que também contam com picos no Havai (Jaws, Himalayas e Outer Reef Kahului), nos Estados Unids (Half Moon Bay), Taiti (Tehaupo’o) e Austrália (Shipstern Bluff).

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados