Assinar
Ambiente

Jogo de tabuleiro gigante “invade” praias da região para ensinar a reciclar

“Recicla Mania” vai estar na praia da Nazaré e de Foz do Arelho nos dias 15 e 18 de julho, respetivamente.

Na versão gigante do jogo de tabuleiro, os participantes assumem a função de peões Sociedade Ponto Verde

“É preciso lavar as embalagens antes de as colocar no ecoponto?”, “Parti um espelho em casa. Onde coloco os vidros?”, “Se reciclarmos sempre o papel que utilizamos, qual a matéria-prima que estamos a poupar?”. Estas são algumas das perguntas que a Sociedade Ponto Verde vai colocar a crianças e jovens através do jogo de tabuleiro “Recicla Mania”.

Durante o mês de julho, uma versão gigante do jogo vai estar presente em diversas praias, de norte a sul do país, para ensinar os mais novos a reciclar e retirar dúvidas acerca da separação de resíduos e a colocação de embalagens nos ecopontos. As praias da Nazaré e de Foz do Arelho (Caldas da Rainha) são as contempladas pelo projeto no distrito de Leiria, a 15 e 18 de julho, respetivamente.

Nesta atividade, os participantes são os próprios peões do jogo, tendo que lançar o dado para avançar por casa coloridas, nas quais vão ser desafiados a testar conhecimentos sobre reciclagem, até chegar à meta.

Segundo comunicado da Sociedade Ponto Verde, “Recicla Mania” é destinado sobretudo a “grupos integrados em colónias de férias”, que aproveitam as férias grandes para banhos de sol na praia.

Trata-se de uma iniciativa de verão que pretende reforçar a atuação da entidade privada na área da Educação para a Cidadania Ambiental, “com enfoque na sensibilização dos mais jovens para a importância de separar as embalagens em qualquer momento e em qualquer lugar, neste caso na praia, um dos ecossistemas naturais que deve ser preservado”, lê-se no mesmo comunicado.

Para Ana Trigo Morais, CEO da Sociedade Ponto Verde, citada em comunicado, é “uma atividade lúdica, mas que, pelas suas características, acreditamos que vai proporcionar momentos muito divertidos entre todos os participantes.”

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.