Assinar
Leiria

Obras na Rua D. José Alves Correia da Silva obrigam a corte de trânsito

Próxima fase da intervenção junto ao quartel implica novo desvio de trânsito durante os meses de junho e julho.

Intervenção na rua junto ao Regimento de Artilharia nº4 custa quase um milhão de euros Joaquim Dâmaso

Começa amanhã, terça-feira, 7 de junho, uma nova fase das obras de requalificação da rua D. José Alves Correia da Silva, no troço entre a rua Dr. Francisco António Dias e a rua de São João, relativa à empreitada em curso, em frente ao Regimento de Artilharia nº 4.

Segundo informação do município, a necessidade desta alteração à circulação rodoviária prende-se com a requalificação da rede de águas residuais domésticas e pluviais no eixo da rua, cuja profundidade das valas (em alguns casos atinge os três metros) e impossibilita a partilha da via com o trânsito.

Até julho a alternativa é assegurada pelo desvio através da rua Dr. Francisco António Dias, rua da Malaposta, Estrada da Mourã e rua de São João, podendo o trânsito proveniente de Leiria seguir diretamente pela rua da Malaposta após a rotunda da Cruz d’Areia.

De acordo com a mesma informação, será permitido o acesso a moradores, comerciantes locais, veículos de emergência, ao Regimento de Artilharia nº 4 e ao posto de combustível.

A empreitada em curso abrange uma extensão total de 600 metros e pretende aumentar a segurança rodoviária para condutores e peões, reordenar o estacionamento público e requalificar o espaço urbano, com adaptação à mobilidade reduzida, aumento dos passeios e criação de medidas de redução da velocidade.

Estão incluídos nos trabalhos a requalificação das infraestruturas subterrâneas (água, esgotos domésticos e pluviais, gás, rede elétrica e telecomunicações), pavimentação em betão betuminoso, criação de passeiras com sinalização LED e sensor de peões, substituição da rede de iluminação pública, plantação de cinco olaias e a instalação de uma ilha ecológica, complementa a informação disponibilizada.

As obras implicam um investimento de 973.449,49 euros e têm um prazo de execução de 340 dias.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar