Assinar
Sociedade

1.915 vagas disponíveis para candidatos ao ensino superior no Politécnico de Leiria

Confira as vagas disponíveis em cada um dos 51 cursos ministrados nas cinco escolas da instituição.

Os estudantes podem candidatar-se entre 25 de julho e 8 de agosto ARQUIVO

O Politécnico de Leiria volta a disponibilizar 1.915 vagas distribuídas por 51 cursos de licenciatura na primeira fase de concurso nacional de acesso ao ensino superior, que arranca na próxima segunda-feira, dia 25 de julho.

O total de vagas, que se mantém inalterado pelo menos desde 2018, reporta-se aos cursos ministrados nas cinco escolas da instituição, em regime diurno, pós-laboral e à distância.

Segundo os dados avançados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, existem apenas algumas diferenças face ao ano anterior, nomeadamente no que toca à designação de dois cursos. O de Design de Ambientes, ministrado da Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha (ESAD.CR), assume nova denominação a partir deste ano letivo passando a designar-se Design de Espaços, e o curso de Biologia Marinha e Biotecnologia da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM), deixa cair a vertente da Biotecnologia concentrando-se apenas na Biologia Marinha.

Em relação ao ano passado e no que respeita à distribuição das vagas, as alterações são pouco significativas, registando-se apenas mais seis vagas no curso de Jogos Digitais e Multimédia (de 44 para 50) e mais duas em Engenharia Informática (de 100 para 102). Para equilibrar as contas, o curso de Engenharia Civil “perdeu” cinco vagas (de 25 para 20), e os de Engenharia Automóvel, Engenharia Mecânica e Gestão uma vaga cada.

No Politécnico de Leiria, o curso de licenciatura de Engenharia Informática, da ESTG, continua a ser o que disponibiliza maior número de vagas (102 no total), enquanto Engenharia Mecânica (regime pós-laboral) e Engenharia Eletrotécnica e de Computadores (regime pós-laboral) são os cursos com menos vagas abertas (15 cada).

Quanto às notas dos últimos colocados na primeira fase do ano passado, verifica-se uma subida em quase todos os cursos, com destaque para os de Design Industrial, que regista um aumento de 2,59 valores, seguindo-se Design de Produto – Cerâmica e Vidro (com mais 1,81 valores), Artes Plásticas (com mais 1,57), e Biomecânica (mais 1,43).

As notas apenas desceram em Marketing Turístico (menos 1,21 valores), Gestão Turística e Hoteleira (menos 1,01), Engenharia Automóvel (menos 0,54 valores); Engenharia Informática – pós-laboral (menos 0,52), e Gestão de Eventos (menos 0,25).

Já a nível nacional, os candidatos ao ensino superior podem concorrer a 53.640 vagas, a que acrescem 721 destinadas aos concursos locais, num total de 54.361, o que corresponde a mais 1.398 vagas do que no ano passado.

O prazo de candidatura à primeira fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior público decorre entre 25 de julho e 8 de agosto, devendo a candidatura ser apresentada através do sistema online, no sítio da Direção-Geral do Ensino Superior (DGES) na Internet. Para acesso ao sistema de candidatura, os candidatos podem utilizar a autenticação com o cartão de cidadão ou chave móvel digital.

Vagas de acesso ao ensino superior nas cinco escolas do Politécnico de Leiria

ESECS – Escola Superior de Educação de Leiria; ESTG – Escola Superior de Tecnologia e Gestão; ESAD.CR – Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha; ESTM – Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar; ESSLEI – Escola Superior de Saúde de Leiria 
Fonte: Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados