Assinar
Cultura

Curtas Vila do Conde homenageia António Campos a propósito do centenário

Entre esta segunda e quarta-feira, são exibidos filmes e há uma conversa sobre a obra do realizador natural de Leiria.

António Campos nasceu em Leiria a 29 de maio de 1922 e notabilizou-se como um dos mais importantes documentaristas portugueses do século XX

O festival Curtas Vila do Conde dedica hoje, 11 de julho, uma parte do programa a António Campos (1922-1999). A obra do realizador de Leiria está em destaque na secção Cinema Revisitado, recordando o trabalho daquele que é considerado o “pai” do cinema etnográfico português.

Em Vila do Conde, a homenagem a António Campos começa esta segunda-feira, com uma conversa no Teatro Municipal, a partir das 14h30, com José Manuel Costa e Catarina Alves Costa.

À noite, a partir das 20 horas, é exibida a primeira de duas sessões de filmes de António Campos: hoje passam “Um tesoiro”, “Leiria 1960”, “Almadraba atuneira”, “A invenção do amor” e “Paredes pintadas da revolução portuguesa”; quarta-feira, dia 13, também às 20 horas, são projetados “O senhor” e “Gente da Praia da Vieira”.

Nesta que é a 30ª edição do festival de cinema Curtas Vila do Conde, Cinema Revisitado lembrará, a par de António Campos, os franceses François Reichenbach Alain Resnais e o italiano Pier Paolo Pasolini.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.