Assinar
Peniche

Praticante de mergulho morre no arquipélago das Berlengas após sentir-se mal

A vítima foi retirada da água em “estado inconsciente, para uma zona de praia, tendo de imediato iniciado manobras de reanimação”

Um homem de nacionalidade norte-americana, de 62 anos, morreu na manhã desta segunda-feira, dia 18, quando praticava “snorkeling” (um tipo de mergulho de superfície) junto ao Carreiro da Fortaleza, no arquipélago das Berlengas, em Peniche.

A Autoridade Marítima Nacional (AMN) adianta, em comunicado, que o alerta recebido pelas 10h25, “através de uma empresa marítimo-turística”, a informar que o homem se encontrava em “estado inconsciente, depois de alegadamente se ter sentido mal”.

A vítima foi retirada da água em “estado inconsciente pelos funcionários da empresa marítimo-turística para uma zona de praia, tendo de imediato iniciado manobras de reanimação até à chegada dos Bombeiros de Peniche, que lhes deram continuidade”, adianta a AMN.

Os tripulantes da Estação Salva-vidas de Peniche efetuaram o resgate da vítima, em colaboração com os bombeiros, que “continuaram as manobras de reanimação até ao porto de Peniche, onde aguardavam elementos do INEM”.

“Após várias tentativas de reanimação, não foi possível reverter a situação, tendo o óbito sido declarado no local pelo médico do INEM”, conclui o comunicado.

O corpo foi posteriormente transportado por uma ambulância dos Bombeiros de Peniche para o Instituto de Medicina Legal de Torres Vedras.

O comando-local da Polícia Marítima de Peniche tomou conta da ocorrência.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.