Assinar


Leiria

Centro Hospitalar de Leiria cria Unidade Multidisciplinar de Pé Diabético

“Pretende-se reduzir também o número e o tempo dos internamentos com origem em úlceras do pé diabético”, referiu o hospital

Foto de Arquivo

O Centro Hospitalar de Leiria (CHL) criou uma Unidade Multidisciplinar de Pé Diabético (UMPD), que tem como objetivo reduzir o número de amputações e o tempo de internamento relacionado com úlceras.

Integrada no Serviço de Medicina Interna do CHL, a unidade, que entrou em funcionamento na segunda-feira, dia 22, está instalada no Setor 1 da Consulta Externa e representa um investimento superior a 100 mil euros, tendo como objetivo a melhoria de tratamento e acompanhamento destes utentes.

“Entre os principais objetivos decorrentes da criação da UMPD, além da redução do número de amputações relacionadas com o pé diabético, pretende-se reduzir também o número e o tempo dos internamentos com origem em úlceras do pé diabético”, referiu o hospital.

O serviço permitirá ainda “uma maior acessibilidade à consulta através da implementação da via verde do pé diabético”, além da “otimização da articulação com os cuidados de saúde primários e a formação continuada de profissionais de saúde na área do pé diabético, a par da promoção da literacia em saúde, junto do público em geral, relacionada com esta temática”.

A coordenadora da UMPD, Diana Fernandes, adiantou, no comunicado, que “a prevalência da diabetes em Portugal é elevada e tem vindo a aumentar, e o pé diabético é uma complicação da diabetes com elevado impacto na qualidade de vida dos doentes”.

A responsável acrescentou que “o Hospital de Dia de pé diabético, integrado nesta unidade, irá funcionar de segunda a sexta-feira, assegurando diariamente avaliação médica e de enfermagem”, no âmbito de “um projeto único, desenvolvido por uma equipa dinâmica e motivada”, que “irá ter com certeza um impacto significativo na população”.

A UMPD vai funcionar em regime de Hospital de Dia, dispondo de sessões com tratamentos médicos, de enfermagem e podologia, além da consulta de pé diabético. O caráter multidisciplinar permitirá a articulação, na Consulta Externa, com as especialidades de Medicina Interna, Cirurgia Geral, Ortopedia, e Medicina Física e de Reabilitação, mas também com a Unidade de Hospitalização Domiciliária e com o Serviço Social.

A equipa contará com três médicos, cinco enfermeiros, um podologista e um assistente operacional. O novo espaço que acolhe a UMPD conta com cinco gabinetes de consulta, uma área de trabalho em ‘open space’, sala de pensos com lava-pés, sala de reuniões, sala de limpos, sala de sujos e um armazém.

Por ano, estima-se que a nova unidade venha a realizar cerca de 3.000 sessões de Hospital de Dia e 1.300 consultas de pé diabético.

“A criação desta unidade constitui um passo importante no reforço dos cuidados prestados pelo CHL à comunidade, visto que a criação de uma área dedicada ao pé diabético era uma necessidade já identificada pelo serviço de Medicina Interna como prioritária para garantir um melhor acompanhamento e tratamento destes doentes, proporcionando-lhes uma maior autonomia e qualidade de vida”, considerou o presidente do Conselho de Administração do CHL, Licínio de Carvalho, citado na nota.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.