Assinar


Cultura

ComPasso de Música leva 25 horas de atividade artística ininterrupta a Leiria

O maestro Martim Sousa Tavares e os músicos David Fonseca e Paulo de Carvalho são alguns dos nomes que compõem a programação.

Leiria vai receber 25 horas de concertos, oficinas e atuações de DJ ininterruptas, de dia 17 para dia 18, em ComPasso de Música, iniciativa da Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIMRL).

Anunciada hoje pela comunidade intermunicipal, ComPasso de Música tem a ambição de “alargar-se a todos os concelhos da CIMRL” nos próximos anos, para “pôr a região de Leiria a ouvir música, sem parar”.

A primeira edição acontece em Leiria com programação diversa que inclui David Fonseca, Paulo de Carvalho, Rodrigo Brandão e Sun Ra Arkestra, Martim Sousa Tavares, atividades infantojuvenis ou trilhos sonoros noturnos para o público acompanhar.

As propostas espalham-se pelo dia, noite e madrugada a várias salas de espetáculo, espaços culturais, zonas públicas, bares e até no mercado municipal da cidade.

Entre as 19 horas do dia 17 e as 20 horas do dia 18, Leiria ouve muita e diferente música.

ComPasso de Música arranca com o Ciclo de Música Exploratória Portuguesa, que leva os Bezbog a atuar no Centro de Diálogo Intercultural de Leiria ao final da tarde do dia 17.

Ali perto, também no centro da cidade, João Gaspar e Inês Rodrigues dão a volta ao mundo num DJ set no Centro Cívico – Casa da Cidade Criativa da Música, seguindo a viagem musical até ao Teatro José Lúcio da Silva, para o concerto de celebração dos 60 anos de carreira de Paulo de Carvalho.

O dia termina com espetáculo de David Fonseca na praça Rodrigues Lobo e as boas-vindas ao domingo são dadas ao som do projeto nacional Isa Leen e de Catnapp, argentina radicada em Berlim, na discoteca Stereogun.

Num dos bares da zona histórica de Leiria, “Os Filipes”, DJ Punk, vocalista e mentor da banda 5.ª Punkada, prossegue ComPasso com uma seleção musical que antecipa a incursão até ao mercado municipal.

Ali, por volta das 4 horas, o acordeonista Pedro Santos convida a um momento intenso, que prossegue uma hora depois com a instalação sonora criada a partir do ambiente do mercado e dos feirantes em dia normal de trabalho.

Essa peça tem assinatura do paisagista sonoro Luís Antero, que também desafia o público a iniciar depois três percursos pela cidade.

Ao raiar da manhã, junto ao Percurso Polis, no parque do Avião, estará o maestro Martim Sousa Tavares, que pensou uma seleção musical para os ouvidos de quem ali passar a partir das 7h30.

A manhã prossegue com oficina de pintura criativa inspirada nas fronteiras da CIMRL para os mais novos e, para eles mesmos, é servida antes da hora do almoço uma dose de “As canções de Maria”.

Entre as 12 horas e as 14 horas do dia 18, há arruada com o grupo de percussão Tocándar.

Surma entra no cofre do Banco das Artes, antiga agência de Leiria do Banco de Portugal, convidando quem quiser a fazer música ao vivo ao início da tarde.

O jornalista, professor, radialista e melómano Rui Miguel Abreu é convocado para dar vibração jazz e hip hop ao Jardim Luís de Camões entre as 15 horas e as 17horas, hora a que os Catraia dão um concerto na Praça Rodrigues Lobo.

A maratona ‘non stop’ de ComPasso de Música encerra com “Outros Mashup”, espetáculo no Teatro José Lúcio da Silva, que junta o MC Rodrigo Brandão à Sun Ra Arkestra, onde pontifica o histórico saxofonista Marshall Allen, com 98 anos.

Programa

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados