Odete João, deputada do PS à Assembleia da República, eleita pelo círculo de Leiriamojoao@ps.parlamento.pt
Odete João, deputada do PS à Assembleia da República, eleita pelo círculo de Leiria mojoao@ps.parlamento.pt

Depois de quatro longos meses de campanha para as eleições primárias chegou o dia esperado. O último domingo de setembro acordou soalheiro e a habitual quietude das manhãs foi quebrada por uma discreta, mas intensa, afluência dos cidadãos às urnas de voto para escolher o candidato do PS a primeiro-ministro.

Ainda não eram 20 horas e os resultados do distrito já eram conhecidos: António Costa ganhou com 68,7% dos votos contra 30,6% de Seguro. A região acompanhou a tendência nacional. A voz dos militantes e simpatizantes fez-se ouvir de forma clara e inequívoca na escolha do candidato do PS para liderar o país. Os cidadãos escolheram aquele que se afirmou pela positiva e mostrou ser capaz de construir uma alternativa sólida.

Em muitos portugueses renasceu a esperança. Uma agenda estratégica para a década, aliada à capacidade de mobilização e diálogo de António Costa, em torno de objetivos nacionais comuns, permitem ao PS protagonizar a alternativa que Portugal precisa.

Os desafios são muitos, difíceis e exigem, a todos nós, uma enorme capacidade de coesão, de resistência e afirmação de vontade em torno de um novo projeto político. É um imperativo de cidadania construir uma alternativa programática ao atual governo e fazer eleger António Costa como o primeiro-ministro de Portugal, de forma a abrir o caminho à construção de um país mais desenvolvido e justo.

(texto publicado na edição de 2 de outubro de 2014)