Assinar Edições Digitais

Opinião: Hoje é dia de Jornal!…

Há uma relação da comunidade com os “seus” jornalistas, estes estão no meio da população, da qual fazem parte e da qual não se podem excluir.
A imprensa regional é um meio privilegiado de afirmação e de fortalecimento das comunidades e culturas locais, sendo simultaneamente, um espaço de dinamização de cidadania e a voz de uma comunidade.

Falar da imprensa regional e da sua importância é voltar à minha infância.

Vivi toda a minha infância em Moçambique, foi através de um jornal regional que mantive contacto com o Portugal de então, foi através da imprensa regional que tive contacto com as notícias e tradições da minha terra. O meu pai era assinante do jornal “A Voz da Figueira” (infelizmente extinto há alguns meses) e o meu avô enviava religiosamente todos os jornais para Moçambique. É verdade que chegavam com algum atraso, (por vezes de dois meses) eram outros tempos, mas o burburinho que se sentia em minha casa com a chegada desta “encomenda”, é algo que recordo até hoje.

A Minha mãe lia-me todas notícias em voz alta (eu ainda não sabia ler) e eu ficava deslumbrada a ouvir as histórias de uma cidade que mal conhecia.

Anos mais tarde quando regressámos a Portugal a tradição manteve-se, semanalmente sentávamo-nos em família para ler as “novidades” da nossa terra. Este foi um legado que ficou na minha vida.

Na década de oitenta iniciei a minha vida profissional na cidade do Liz e a tradição manteve-se, o “Região de Leiria” estava nas bancas à sexta-feira, esse dia marcava inevitavelmente uma ida ao quiosque para a sua aquisição.

A imprensa regional foi determinante na minha vida, ela é e será sempre, determinante pelo papel de serviço público que presta, pelo facto de ser guardiã de tradições e identidades, por dar informações de âmbito regional e local que nenhum outro meio de comunicação faz de forma tão profunda e completa.

Ilustração de Jorge Morgado

Num mundo onde a globalização impera, a imprensa regional assume um papel decisivo. Os desafios que se colocam à imprensa regional são muitos, nomeadamente porque o digital se apoderou da comunicação, mas onde ainda há espaço para o jornalismo regional, este é o meio que proporciona informações que não circulam nos grandes órgãos de comunicação, mais preocupados com assuntos de interesse nacional e internacional. As questões de âmbito local e regional, nas mais variadas áreas, assumem na imprensa regional um papel determinante, na medida em que estão relacionadas com o dia-a-dia de uma comunidade.

Este é um jornalismo de proximidade, onde quem concebe a notícia vai pesquisar no terreno. Há uma relação da comunidade com os “seus” jornalistas, estes estão no meio da população, da qual fazem parte e da qual não se podem excluir.

A imprensa regional é um meio privilegiado de afirmação e de fortalecimento das comunidades e culturas locais, sendo simultaneamente, um espaço de dinamização de cidadania e a voz de uma comunidade.

A imprensa regional será sempre um marco e um fator na preservação e na equidade das identidades regionais, tem na sua génese um jornalismo de proximidade e são as notícias de uma comunidade /identidade, que escapam à grande imprensa generalista, que mantêm elevados índices de fidelização dos seus leitores ao longo das diferentes gerações.

Obrigada ao Região de Leiria por fazer a diferença!

(Artigo publicado na edição de 29 de outubro de 2020 do REGIÃO DE LEIRIA)