clara leão

A cultura volta a fechar. Mas qual é o preço?

Sem palcos para atuar, salas para expor ou autorização para ensinar, os agentes culturais voltam a “fazer das tripas coração” para sobreviver. Há compreensão para as medidas ditadas pela situação de emergência. Mas há quem acredite que, no meio disto tuo, está a chegar a oportunidade para um ponto de viragem.

Pergunta da semana

A região vai conseguir tirar partido das Jornadas Mundiais da Juventude 2023?

Responder agora

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.