homicida

Homicida de empresário condenado por furto, violação de domicílio e posse de arma

O homicida do antigo presidente em Portugal do grupo “Os Mosqueteiros” foi hoje condenado à pena única de três anos e oito meses de prisão pelos crimes de furto qualificado, violação de domicílio e detenção de arma proibida.

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.