Leaderboard_turismo
Património | Região de Leiria

Tag Archive | "património"

Cidadania ativa: conferências, debates e workshops


Educação, ambiente, ação social, envelhecimento, segurança, juventude, património... São muitos os temas abertos à participação dos cidadãos. Consulte aqui a agenda de iniciativas para os próximos dias na região. Read the full story

Posted in Notícias, SociedadeComments (0)

Câmara da Marinha Grande quer comprar FEIS por 1,2 milhões


O imóvel da antiga Fábrica Escola Irmãos Stephens (FEIS) vai ser comprado pela Câmara da Marinha Grande. A aquisição foi aprovada pelo executivo municipal na reunião de 21 de novembro. No total, o município deverá despender 1,2 milhões de euros para adquirir o imóvel ao banco BCP. Read the full story

Posted in Destaque, Notícias, SociedadeComments (0)

Hotel de charme nasce na quinta do Barão do Salgueiro


Imagina-se a dormir no quarto de um barão? Pode acontecer e em breve. O solar da Quinta do Barão do Salgueiro, em Santa Catarina da Serra, está a ser recuperado e vai ser transformado em hotel de charme. Read the full story

Posted in Destaque, Notícias, SociedadeComments (0)

Festival de Setembro. À descoberta da tradição judaica de Ourém


“Houve sinagoga em Ourém!”. A exclamação é ponto de partida para a caça ao tesouro da manhã de domingo, 11 de setembro, no Festival de Setembro 2016. Pelo segundo ano, a Câmara de Ourém aposta em projetar a vila medieval através de um programa cultural preparado a partir da história, património e tradições locais.

Depois de surpreender em 2015, atraindo uma multidão de espectadores, nesta segunda edição, a diáspora e cultura judaicas dão forma ao festival, explorando a herança deixada por ali no século XV. E será que houve mesmo sinagoga em Ourém ou a caça não vai ter sucesso? “É possível que tenha existido uma pequena sinagoga”, conta-nos o historiador Saul António Gomes. “Depois da expulsão de 1496”, sublinha, “nos tempos dos cristãos-novos, qualquer sala ou divisão onde se reunissem alguns judeus para oração poderia ser chamada de ‘sinagoga’, não pelo espaço físico, mas pela congregação dos crentes, justamente em oração”.

Não há documentos que comprovem a existência da sinagoga, mas a Câmara vai adquirir um terreno onde se crê existirem vestígios dela.

Segundo Saul António Gomes - que vai dar uma palestra sobre o tema no festival -, “a presença judaica em terras de Ourém só se documenta tardiamente”. Em 1442, viviam em Ourém os judeus Moisés Levi, sapateiro, José de Castro, marceneiro e Isaac Marcos, tecelão.

Nesse mesmo ano, vivia em Torres Novas um Isaac de Ourém. “São sinais tímidos que apontam para uma pequena comunidade judaica na vila. Não houve propriamente judiaria”, adianta. Os judeus habitavam sobretudo uma rua por detrás da atual pousada.

“Em 1478, habitava na vila um mestre Meir Aben Haim, casado com a judia Formosa”, diz ainda, lembrando que, “no condado, os judeus habitavam também em Porto de Mós onde, cerca de 1480, procuravam abrir uma pequena sinagoga”. A expulsão dos judeus de Espanha, em 1492, trouxe muitas novas famílias israelitas à região, “engrossando os rendimentos dos senhores em cujas terras moravam”.

Outra prova dessa herança é a bela capela mortuária do IV Conde de Ourém. Saul António Gomes garante que “é seguramente da mesma oficina de construção arquitetónica da sinagoga de Tomar, testemunho, pois, de uma nova maneira de planificar, construir e decorar coerente com os horizontes culturais judaicos”.

São esses sinais que o Festival de Setembro vai avivar em 2016, através de iniciativas diversas. A vila medieval receberá cenografia especial inspirada na cultura judaica e um programa recheado dará vida, cor e sabor a este fim de semana.

Entre as diversas propostas há concertos, dança, cinema, literatura, conferências, gastronomia e visitas guiadas. À música sefardita nas ruas juntam-se as danças. E até os restaurantes se juntam à festa, servindo gastronomia de inspiração judaica.

A capela mortuária do IV Conde de Ourém é um dos sinais da presença judaica na vila medieval Foto: Joaquim Dâmaso

A capela mortuária do IV Conde de Ourém é um dos sinais da presença judaica na vila medieval (fotografia: Joaquim Dâmaso)

 

Programa

10 de setembro, sábado
A visita encenada à cripta do Conde de Ourém (11h) marca o arranque do festival. Na abertura oficial (15h) há sabores de inspiração judaica e música de Drama e Beiço, que vão animar a vila ao longo do dia. Saul António Gomes, Carlos Veloso e Gabriela J. Benner proferem conferências sobre a herança judaica na Galeria da Vila Medieval (15h30). No largo do Pelourinho atua a Associação Filarmónica 1.º de Dezembro (17h15). O festival prossegue com “Judaica, Mostra de Cinema e Cultura” (17h30) na galeria. Danças tradicionais da Europa animam o Largo da Colegiada (18h30), onde também toca a Sociedade Filarmónica Ouriense (30h). Melech Mechaya (22h) e Pás de Problème (23h30) dão música ao Castelo no fim do primeiro dia.

11 de setembro, domingo
O dia começa a andar, com o circuito “As vinhas do Vale das Silveiras” (9h30). No Largo da Colegiada há um desafio (10h): caça ao tesouro “Houve sinagoga em Ourém!”. Ao almoço (12h) servem-se sabores de inspiração judaica. No Castelo, Arabesque apresenta dança contemporânea “Diáspora e cultura judaica” (15h). Na Pousada é lançado o livro “A Inquisição em Ourém”, de Jorge Martins (16h). Ali também fala o presidente da direção da Comunidade Israelita de Lisboa, Gabriel Steinhardt. Ao longo da tarde há música de AMBO, As Louçanas, Ourearte e também há danças tradicionais da Europa, além da mostra “Judaica”. O festival termina com concerto de Rodrigo Leão (na foto) no Castelo (21h30).

Programa detalhado disponível aqui.

Como chegar à vila medieval

Devido ao festival, o acesso de automóvel à vila medieval será condicionado durante o fim de semana. Como alternativa, o município criou uma alternativa: os visitantes devem estacionar na cidade, de onde será assegurado uma ligação de autocarro até ao festival.

A partida do serviço de transfer será no Mercado Municipal Manuel Prazeres Durão (junto do Centro de Negócios) até ao Largo da Colegiada, pelas Portas da Vila.

14258164_1173680759372455_9092441357334579287_o

ML

(Notícia publicada na edição de 8 de stembro de 2016)

Posted in Cultura, Dança, Destaque, Música, NotíciasComments (0)

Antigo painel da Pan Am pode chegar a monumento nacional


A importância da antiga estrutura publicitária escapará a muitos que com ela se cruzam quando se deslocam na estrada que liga o monumento maior do concelho da Batalha ao Santuário de Fátima. Contudo, o painel de azulejo que publicita uma antiga companhia área, situado junto à estrada que liga Batalha a Fátima, poderá vir a ser classificado como monumento nacional. Read the full story

Posted in Cultura, Destaque, NotíciasComments (0)

Fotografar o património dá direito a prémios


Fotografar o património e ganhar vários prémios é o desafio que a Direção-Geral do Património Cultural em parceria com o Olhares lança aos jovens dos 14 aos 21 anos. Read the full story

Posted in Cultura, NotíciasComments (0)

Moinhos de vento podem ser património da UNESCO


 

A Comunidade Intermunicipal do Oeste (CIMOeste) decidiu avançar com o processo de candidatura dos moinhos de vento, típicos desta região, a Património Imaterial Nacional e da UNESCO (Organização nas Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura). Read the full story

Posted in Cultura, Destaque, NotíciasComments (0)

Estudo para construção de hotel no Mosteiro de Alcobaça é entregue esta semana


O estudo prévio para a construção de um hotel no Mosteiro de Alcobaça será apresentado até ao final da semana à Direção Geral do Património, divulgou hoje a câmara durante uma visita do ministro da Cultura ao monumento. Read the full story

Posted in NotíciasComments (0)

DDinis-MREC-14-03_curso-intensivo

Pergunta da Semana

O orçamento participativo de Leiria tem estado devidamente divulgado junto dos munícipes?

Loading ... Loading ...
Capa-Regiao-de-Leiria-edicao-4184-de-25-maio-2017.jpg
Twitter RSS

Escreva-nos

foxyform
Região de Leiria
Newsletter Powered By : XYZScripts.com