Assinar
Cultura

Museu da Batalha viaja até meados do século XX

Foi, durante hora e meia, o regresso à primeira metade do século passado. O Rancho Folclórico Rosas do Lena, da Rebolaria, Batalha, reactivou e recriou muitas das actividades que caracterizavam o mundo rural da Alta Estremadura.

Foi, durante hora e meia, o regresso à primeira metade do século passado. O Rancho Folclórico Rosas do Lena, da Rebolaria, Batalha, reactivou e recriou muitas das actividades que caracterizavam o mundo rural da Alta Estremadura.

Foi domingo, sete, e a iniciativa denominada de “Museu Vivo”, fez parte do programa de comemorações do 47º aniversário da criação do agrupamento folclórico e dos dez anos de existência do Museu Etnográfico da Alta Estremadura, palco desta viagem ao passado.

Cozer pão, cozinhar filhós ou usar o tear manual para fazer tapetes. Eis algumas das actividades que foram recordadas. Visite o museu vivo pela “mão” do etnógrafo batalhense, José Travaços Santos.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.